Algumas dicas para o ambiente residencial

Às vezes é preciso mudança, isso pode ocorrer em diversos pontos da vida, incluindo trabalho, cidade e até mesmo, uma mudança residencial. Tem gente que vive em casa e vai para apartamento ou simplesmente que saiu do aluguel e foi para o seu imóvel próprio.

As mudanças podem ocorrer a todo o mundo e por isso, para se organizar, é importante contar com as caixas para mudança.

Essas caixas são importantes para contribuir na organização dos elementos que serão ou não levados para o novo imóvel. É um momento de limpeza, já que vários objetos serão doados e descartados.

Por isso, essa ação de ter uma caixa grande para mudança pode ajudar a guardar e identificar os elementos que você deseja levar para o seu novo lar.

No entanto, existem algum pontos que devem ser verificados com o objetivo de garantir a segurança, conforto e bem-estar dos seus familiares.

Atenção às instalações elétricas

Muito mais do que arrumar suas coisas e colocar em uma caixas de papelão para mudança, ao se mudar para determinado local é fundamental ter verificado as instalações elétricas desse imóvel.

O uso da energia elétrica é fundamental na sociedade e importante para o funcionamento de vários objetos e eletrodomésticos de uma casa.

Por isso, é importante verificar como estão essas instalações elétricas, o quadro de comando de energia, a fiação, os procedimentos de manutenção e no caso de prédio, verificar a validade do auto de vistoria de Corpo de bombeiros.

Essas ações contribuem para a manutenção preventiva do local e ainda, evitam acidentes envolvendo um princípio de incêndio.

Por isso, antes de realizar a mudança verifique:

  • Os disjuntores;
  • O quadro de energia;
  • Elementos de resistência elétrica;
  • Elementos de tensão elétrica;
  • As saídas de energia;
  • A voltagem do local.

Além disso, é importante verificar a existência e os cuidados com o sensor fotoelétrico, que permite uma conversão da luz. A ideia desse sensor é emitir uma luminosidade, podendo ser a partir da sensação da presença de alguém em determinado ambiente.

Esse sensor funciona por sensações, sombras ou comandos elétricos, podendo fazer parte de um sistema de automação residencial.

Cada vez mais, a automação residencial é um elemento presente e necessário pela otimização do tempo investido em atividades e por proporcionar maior conforto e bem-estar aos amigos e familiares, permitindo passar maior tempo com a família e promovendo uma melhoria das atividades.

O uso de sensores fotoeletricos pode estar dentro desse sistema de automação, dependendo necessariamente da energia elétrica para funcionar.

Além dessas ações, é importante pensar também na manutenção preventiva do seu novo imóvel, focado nas instalações elétricas e os cuidados com a fiação. Fazendo isso, seu imóvel será muito mais seguro e protegido.

Falando em proteção e segurança, vale a pena investir também na instalação de cercas elétricas, assim como alarmes. Mas, nossas dicas não param por aí, e falaremos sobre o processo de impermeabilização.

Impermeabilização e reforma

Outro tipo de ação fundamental em um processo de construção ou até mesmo de reforma diz respeito à impermeabilização de alguns pontos residenciais.

Esse processo consiste na aplicação de um impermeabilizante nas paredes ou teto, por exemplo, com o objetivo de evitar infiltrações, mofos, danos ao imóvel assim como à pintura.

Um dos elementos que precisa ser impermeabilizado, além do telhado e parede pode ser a piscina residencial, mas também a impermeabilização de caixas d’água.

A caixa de água é um elemento fundamental no ambiente residencial por promover o abastecimento de água, no caso da falta de água pela distribuidora do seu município.

Existem vários modelos de caixas de água, específicas para cada tipo de imóvel, podendo ser feitas com aço inox, fibras de vidro, fibrocimento e até mesmo, o uso do polietileno.

Sendo assim, vários modelos estão disponíveis no mercado, com capacidades de armazenamento diferenciadas.

Neste caso, a impermeabilização é fundamental para:

  • Proteção da estrutura da caixa;
  • Evitar infiltrações e vazamentos;
  • Aumentar a vida útil da caixa;
  • Evitar danos em paredes ou lajes.

Por isso, esse processo deve ser realizado ainda durante a instalação da caixa, por uma equipe especializada nesse tipo de serviço e que realize a manutenção preventiva em um período posterior. Com essas ações, o imóvel será muito mais seguro e agradável para se viver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *