Coleta hidráulica é necessária para saúde da população

Os esforços dos governos municipais e estaduais se juntam ao governo federal para promover a educação, segurança, direito à moradia e saúde universal para a população. Para cada item é necessário a ação e o conjunto de diversos agentes, atuando em cenários diversos, para que tudo tenha um funcionamento adequado e atenda a todos da melhor forma possível.

Como muitos itens se entrelaçam, é preciso verificar as possibilidades de compartilhamento de ideias e assuntos que sejam pertinentes entre dois ou mais pontos, reunindo profissionais capacitados para atendimento amplo e irrestrito à população.

Desde 2007 está em vigor a Lei nº 11.445 que estabelece diretrizes e princípios de universalização para que todos tenham acesso ao saneamento básico, resumidos em quatro pontos fundamentais:

  • Água potável para todos;
  • Sistema de esgoto sanitário;
  • Tratamento de resíduos sólidos;
  • Drenagem adequada de águas pluviais.

Os municípios são responsáveis pelo desenvolvimento de projetos específicos, atendendo à população local, para que todos os moradores tenham um serviço de qualidade e melhor impacto na saúde de todos.

Objetivos são traçados para alcançar toda a população em curto, médio e longo prazo, com uma gestão que vai além das convicções políticas e atingem pessoas nas áreas urbanas e rurais em todo o território nacional.

Empreendimentos passam por reconfiguração

A partir da aprovação das leis que determinam melhor aproveitamento no fornecimento de água e captação, e tratamentos de esgotos, muitos empreendimentos imobiliários passaram a rever o projeto de instalações hidráulicas, abrindo oportunidades para empresas atuarem em um setor antes ignorado pela população e pelo próprio poder público.

O aproveitamento da água pluvial dentro dos ambientes industriais, para resfriamento de máquinas e lavagem de veículos, e em condomínios, para limpeza de áreas comuns e rega de jardins, por exemplo, passaram a ser necessárias e obrigatórias.

A construção de conjuntos habitacionais, centros comerciais e empreendimentos empresariais também passaram a empregar soluções específicas para cada situação.

Dessa forma, muitas construtoras e incorporadoras passaram a investir em projeto sobre saneamento básico para atendimento exclusivo em determinados pontos, mas com a universalização de proteção à natureza de maneira geral.

Com isso foram empregados procedimentos para a avaliação de captação de água e esgoto, com diagnósticos distintos levando em consideração indicadores específicos, como:

  • Condições sanitárias;
  • Agentes epidemiológicos;
  • Situação socioeconômica;
  • Alterações ambientais.

A partir de ações emergenciais em curto prazo e contingência a médio e longo prazo, os mecanismos adotados visando planejamentos adequados que se comunicam entre diferentes setores de organizações institucionais.

Trabalho conjunto entre poder público e privado

As empresas responsáveis pelo desenvolvimento urbano municipal trabalham em conjunto com o poder público em todas as esferas, para que possam criar e adequar o projeto de rede coletora de esgoto sanitário de acordo com o procedimento padrão em casos específicos.

O objetivo desses trabalhos, além de atender a legislação vigente, visa na remoção e diminuição de agentes poluentes com métodos adequados quanto às características regionais, presença de rios, lagos e mares, além de lençóis freáticos, fauna e flora ambiental.

As estações de tratamento públicas e privadas, já que muitas indústrias também fazem parte do processo de manutenção do meio ambiente, realizam processos específicos sobre os efluentes, com modelos físicos, químicos e biológicos, podendo haver atuação mista em alguns cenários.

Dessa forma, o projeto rede coletora de esgoto e tratamento se adequa à realidade em diferentes situações, com o descarte no meio ambiente apropriado, evitando ao máximo a contaminação da água e do solo.

Canteiro de obras preparado para recepção

Para o atendimento correto de toda a legislação vigente, tanto referente ao saneamento básico quanto ao que se refere ao meio ambiente, as empresas responsáveis pelo desenvolvimento dos projetos adaptam os canteiros de obras e contrata os profissionais capacitados para cada etapa da construção civil.

Os ambientes de trabalho recebem diferentes máquinas e ferramentas, além da locação de container para obras que servem como depósito dos equipamentos e materiais de construção de forma organizada.

Dependendo do espaço ocupado, esse tipo de elemento recebe melhorias que se transformam em alojamentos, com todos os benefícios necessários, como climatização e conforto acústico para o período de descanso dos trabalhadores.

A preservação dos recursos hídricos é uma responsabilidade de todos, tanto do poder público quanto do privado, assim como da própria população.

O uso de materiais modernos na construção civil pode ajudar, tendo em vista que o concreto leve com isopor é uma forma de suspender estruturas imobiliárias de forma rápida, com toda a segurança e privacidade necessários para os usuários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *