Saiba como ter economia com o design de interiores

No momento de crise como nós vivemos hoje em dia, a decoração, o design, a elegância, o conforto e economia podem andar juntas. Existem algumas tendências que pretendem ficar por um bom tempo nas revistas de decoração, que é a busca pelo conforto. Ele perpassa por todas as grandes tendências de 2018 e promete continuar no futuro.

O Hygge fala sobre isso, trazer tudo que tem a ver com a personalidade daqueles que habitam o ambiente, assim como elementos que trazem mais aconchego ao lar.

Algumas boas dicas são velas, pois é a presença de uma luz amarela espalhada pelo ambiente dá conforto, inclusive no chão; texturas diferentes harmonizando entre si; a neutralidade das cores e cores suaves; luz natural, o que é bastante econômico e plantas trazendo vida, literalmente, para dentro das casas.

Como o design de interiores pode te ajudar a economizar energia

Por falar em economia, em tempo de bandeira vermelha, qualquer tipo de economia de luz é extremamente bem-vinda. Por isso, no design de interiores busca-se atrair luz sem necessariamente ligar uma lâmpada.

Caso tenha a possibilidade de um teto retrátil, ela é ideal. Não tem por que bloquear luz, se isso pode te fazer economizar.

Antes, se usava toldo retrátil para ambiente externos, mas com o perigo das grandes cidades tudo é feito dentro de muros. Então, a utilização de um teto retrátil é melhor porque também deixa a luz passar.

Ele funciona como uma janela de teto em que, quando necessário, no momento de churrasco, por exemplo, pode-se deixar aberta a parte superior varanda.

E, quando não há essa possibilidade, como em um momento de chuva, assim como uma janela, pode ser fechada. Esse tipo de estrutura substitui plenamente uma claraboia e serve até para “ambiente externos”, como varandas.

Uma ideia para quebrar esse paradigma de tetos retráteis somente em áreas que envolvam comida, como momento do churrasco ou cozinhas, é instalar o teto retrátil no quarto.

Ele cai muito bem, porque proporciona uma visão completa das estrelas, tornando o seu quarto mais próximo do universo.

Além de uma fonte de luz que substitui a lâmpada de dia, seria o teto retrátil também fonte de decoração natural à noite e o melhor é que não precisa pagar nem mais um centavo por isso, a visão das estrelas é gratuita.

A beleza dos revestimentos para piso

Outro item muito bonito e prático são os Pisos Vinílicos, também conhecido como piso laminado. Eles são feitos de PVC ou de lâminas de madeira.

Normalmente são usados em ambientes mais secos como salas e quartos, porque não se dão bem com a umidade. Eles podem ser feitos em placas ou lâminas.

A colocação é um procedimento muito simples, primeiro é necessário é necessário que haja uma base lisa. Isso pode ser obtido a partir de uma mistura de argamassa que forma um contra piso.

Mas porque ele é econômico? Ele é econômico porque tem baixo custo de manutenção, já que não gruda poeira.

Por isso não necessita de produtos para limpeza pesada, isso ao longo do tempo faz a diferença e vale o investimento inicial. Para a limpeza, basta um pano úmido. Essa técnica é muito bem-vinda também em paredes e rodapés, que facilita muito a limpeza, além de uma parede de madeira trazer requinte ao ambiente.

Um sinônimo de economia já conhecido pelos americanos, mas não muito popular aqui no Brasil é o drywall. Por aqui normalmente as paredes são feitas com tijolos e toda uma estrutura que além de consumir muita água leva muito tempo para ser feito.

O Drywall é uma espécie de parede muito fina que é feita a partir de uma estrutura de aço e colocado placas de gesso resistentes, a famosa placa de drywall.

É a forma mais fácil e rápida de criar uma parede sem consumir muito espaço e com uma economia tanto na produção quanto na limpeza, pois não há retirada de entulho, porque não existe a produção deste.

Vamos ver algumas vantagens do drywall:

  • Ocupa menos espaço que uma parede de alvenaria;
  • Não produz entulho devido ao quebra-quebra causado nas obras com paredes de alvenaria;
  • A instalação da parte elétrica é simplificada;
  • Tem uma rápida colocação, em menos de um dia é possível transformar um ambiente;
  • Caso necessário, a remoção também é fácil;
  • Maior resistência a fogo do que as paredes de alvenaria.

A parte elétrica não foi esquecida. Para colocação da caixa de luz 4×2 para drywall o procedimento é muito simples, basta fazer uma furação com a serra copo na placa drywall e colocar a caixa de luz, diferentemente de uma parede de alvenaria, que precisaria quebrar e depois da colocação cobrir com argamassa, lixar, reboco e, por fim, pintar.