Respeito à natureza valoriza empreendimentos imobiliários

A preservação do meio ambiente está em pauta há muito tempo, em todos os setores da economia. As indústrias, os comércios e a sociedade civil têm participado ativamente de diferentes programas de discussão sobre a importância da natureza como papel fundamental na captação de matéria-prima e para a fabricação de produtos de consumo da população.

Documentos obrigatórios para construção

A poluição do ar, dos mares e dos rios também está sempre nos telejornais, em discussão com alunos e professores, nas escolas e em viagens de férias das famílias, que precisam procurar produtos com embalagens recicláveis e evitar a sujeira de locais públicos, com o descarte irregular de resíduos sólidos.

Para isso, os governos devem se colocar à disposição, quando aparecem dúvidas, quanto ao desmatamento de bosques e florestas para a construção de condomínios residenciais, comerciais e industriais.

Colocando uma secretaria específica para o assunto, profissionais do setor do meio ambiente apresentam projetos que podem ser colocados em prática, sem onerar a natureza e, ao mesmo tempo, mantendo a cadeia produtiva em franca expansão, afetando a economia de forma positiva.

Este tipo de conversa passa por diversos setores, com empreendedores dos mais diversos segmentos, buscando uma solução efetiva para não prejudicar a economia, o comércio, a indústria e o oferecimento de produtos que possam favorecer o crescimento populacional de forma civilizada.

No setor industrial, muitas fábricas contam com o trabalho de empresas de consultoria ambiental, que realizam estudos e pesquisas para a implantação de armazéns, galpões e todo o trabalho logístico que envolve este tipo de empreendimento.

O trabalho realizado, com o descarte de resíduos sólidos, o encaminhamento para empresas que trabalham o setor de reciclagem, também é observado.

Até mesmo o tratamento de água e esgoto, dentro da própria indústria, é um motivo para a liberação do licenciamento ambiental por parte dos governos.

Isso porque, sem esse tipo de tratamento, muitas empresas não recebem a documentação necessária para iniciar os trabalhos, o que pode causar prejuízo econômico.

Com o tratamento devidamente instalado, a água de reúso pode ser distribuída para o resfriamento de máquinas, para a rega de jardins e para a limpeza de veículos.

Na área da construção civil, os empreendedores contratam uma assessoria ambiental para remanejar plantas e árvores, mantendo a vegetação de acordo com a aplicação da lei.

O paisagismo atende, de diferentes maneiras, formas de empregar o verde e o meio ambiente dentro das instalações, para que as características locais não sejam deficientes, empregando o asfalto no lugar do gramado.

Este tipo de trabalho só é possível com um equipe especializada, indicando qual o tipo de impacto ambiental a área sofrerá e quais os projetos que podem amenizar, da melhor forma, este tipo de instalação.

O trabalho realizado pelas equipes especializadas deverá indicar quatro pontos, para que o licenciamento seja entregue de forma definitiva. São eles:

  • Prévia, para verificar o local e proposta de impacto ambiental;
  • Instalação, autorizando a construção do empreendimento;
  • Operação, início das atividades, seguindo protocolos de segurança;
  • Pesquisa sísmica, para verificar o controle ambiental empregado.

Todos os documentos devem ser emitidos conforme o atendimento às normas ambientais alcançadas.

Durante todo o período de licenciamento, além dos órgão responsáveis outras entidades podem fazer uma manifestação, solicitando a adaptação do empreendimento junto ao meio ambiente.

Planejamento atende aspecto social

Para que qualquer empreendimento imobiliário seja desenvolvido, é preciso que profissionais da área de engenharia ambiental realizem um planejamento de estruturação do local em que será aplicado a obra de construção civil.

Isso porque esses profissionais que irão verificar os impactos causados no meio ambiente, o nível de degradação e as possibilidades de evitar qualquer tipo de poluição, tanto na construção, quanto no objeto fim da empresa.

Desta forma, a atuação de uma empresa de licenciamento ambiental deve estar presente desde o início das obras, para verificar todos os pontos de preservação do meio ambiente, com a observação de aplicabilidade de usinas de energia limpa, como o uso de captação de placa de energia solar e até mesmo o uso de energia eólica.

Com estudos corretos e um planejamento eficiente, até mesmo os aspectos sociais de uma região são melhorados, gradativamente, como a utilização de mão de obra terceirizada, para trabalhar na indústria verde, oriunda da reciclagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *