Proteção de obras: uma ideia que vale a pena investir

A segurança empregada nos canteiros de obras é uma importante forma de garantir a proteção dos trabalhadores, assim como os equipamentos utilizados podem ser readaptados para continuar protegendo os moradores após os términos da construção de um imóvel.

Muitos equipamentos disponibilizados no mercado especializado são desenvolvidos para atender aos mais diferentes clientes, priorizando a vigilância e o afastamento de pessoas mal-intencionadas, principalmente nos grandes centros urbanos, onde a segurança pública é responsável pela cobertura de uma grande área territorial.

Dessa forma, a instalação de equipamentos de segurança se torna mais presentes nos cenários urbanos, em ruas residenciais e ambientes comerciais.

Até mesmo terrenos que são preparados para o início de uma obra recebem equipamentos de segurança, para que os materiais de construção não sejam furtados.

Preparando o terreno para início de obras

Muitas construtoras e incorporadoras investem em terrenos previamente ocupados, promovendo uma revitalização de ruas e avenidas, seguindo o progresso proposto pela própria sociedade.

Atendendo à demanda crescente por imóveis, principalmente nos grandes centros urbanos, a presença de uma empresa de demolição de casas é muito comum, abrindo espaço para a chegada de novos empreendimentos imobiliários.

O material retirado nestes espaços tem um valor de mercado agregado à mercadoria que produz. Muitas construções antigas possuem telhas que podem ser empregadas em outros imóveis, assim como a madeira de assoalhos e revestimento de taco que é reaproveitado em construções rústicas e sustentáveis.

Dessa forma, enquanto os trabalhadores preparam o terreno para receber obras modernas e, até mesmo, tecnológicas, a demolidora sp precisa manter uma equipe de segurança para que os resquícios materiais não sejam furtados até a retirada completa e envio para um local seguro e apropriado.

As empresas que trabalham com este tipo de material possuem equipamentos especializados para darem um tratamento adequado, para que voltem ao mercado consumidor, promovendo a economia verde, com toda a segurança necessária e o aspecto mais próximo às características originais.

Tecnologia e praticidade na segurança territorial

As cercanias de um terreno que recebeu a retirada de todo material e recebimento de novos produtos para a construção civil precisam ser protegidas de maneira adequada.

Respeitando as normas de segurança e praticidade de movimentação de cargas e veículos por um tempo determinado, a facilidade da instalação da rede laminada é a mais indicada pelos profissionais da área.

Com um custo baixo, esse tipo de material pode ser reaproveitado em outros empreendimentos imobiliários, ou, até mesmo, adaptados ao longo do processo de construção das obras.

Sua estrutura é resistente, com o mesmo tipo de arame utilizado em concertinas, o que remete a lâminas de aço cortantes e perfurantes, provocando, desde o princípio, sensação de proteção e eficiência.

Mesmo com esse material físico fazendo parte das instalações do canteiro de obras, contar com a tecnologia também facilita a segurança das áreas internas e externas. O emprego de monitoramento por cameras já faz parte de muitos empreendimentos imobiliários, desde o início das obras.

Empresas de segurança patrimonial oferecem diferentes tipos de serviço, tanto com a presença de profissionais fazendo ronda durante 24 horas diariamente, quanto com serviços remotos, que permitem o acionamento de vigilantes e agentes públicos de maneira imediata, caso tenha qualquer tipo de ocorrência.

Prevenção a incêndio também é válida

Uma residência ou um estabelecimento comercial pode receber equipamentos eficientes para evitar qualquer tipo de acidente ou calamidade.

Empresas especializadas desenvolvem projetos que incluem um sistema de detecção e alarme de incêndio de forma personalizada, respeitando os espaços particulares, tanto do lado interno quanto do lado externo do imóvel.

Para condomínios residenciais e empresariais, e estabelecimentos comerciais, este tipo de projeto é obrigatório, levando em consideração que profissionais capacitados devem emitir um laudo conhecido como auto de verificação do corpo de bombeiros, onde equipamentos específicos devem fazer parte do projeto de segurança dos ambientes, entre eles:

  • Extintores de incêndio;
  • Mangueiras de água;
  • Sinalização indicativa.
  • Luzes e saídas de emergência.

No caso de residências comuns, como casas e sobrados, os especialistas sugerem a instalação de sensores de incêndio em áreas específicas, como a cozinha, por causa do uso comum de botijões de gás instalados nos fogões.

De todas as formas, é necessário investir algum capital em equipamentos de segurança, para conforto e segurança dos moradores e usuários. Prevenir é uma forma de se adiantar e facilitar a vigilância pública, para o bem da comunidade, familiares, amigos e vizinhos.