Tendências e novidades no setor de construção civil

Antes de saber quanto custa aluguel de martelete, que tal conhecer um pouco mais sobre as tendências e novidades no setor de construção civil para a sua construção? Acompanhe ao longo do texto.

O ramo da construção civil é um dos que mais promovem ganhos, especialmente em decorrência do mercado imobiliário, que anda a todo o vapor.

Neste sentido, é fácil ficar perdido em meio a tantas tendências, sejam elas tecnológicas, bem como econômicas ou de boas práticas no canteiro de obras.

Partindo desse pressuposto, produzimos este conteúdo exclusivo com tudo o que você precisa saber sobre essas novidades. É só passar para o próximo tópico e continuar com a leitura.

Laje pré-moldada

As lajes pré-moldadas são opções para lajes construídas do zero. A função delas, por sua vez, é cobrir, proporcionar conforto térmico e acústico, além de possibilitar a utilização para futuros complementos para os ambientes, como a criação de sótão, por exemplo.

Também conhecida como laje de cerâmica h8, o elemento promove maior resistência frente ao modelo comum de construção, uma vez que também diminui o tempo de construção, inviabilizando problemas como a sujeira e o famoso quebra-quebra das obras convencionais.

De forma geral, a laje pré-moldada tem o peso distribuído sobre vigas e pilastras.

Ainda assim, é possível ser encontrada em concreto e lajotas que podem ser de concreto, não somente de cerâmica.

Esses tipos de lajes podem ser encontrados facilmente em muitas lojas de materiais de construção.

Em suma, a cerâmica ou o concreto são disponibilizados em placas devidamente encaixadas em treliça, que formam a laje pré-moldada. Sendo assim, confira algumas vantagens dessa novidade arquitetônica:

 

  • Evita gastos adicionais com mão de obra;

  • Impede o quebra-quebra;

  • Promove mais agilidade na construção;

  • Resistência semelhante ou maior que a laje convencional.

O que difere esse tipo de laje para as lajes com treliças simples é o revestimento, uma vez que é composto com placas de isopor (EPS), tendo como benefício o melhor isolamento térmico e acústico.

Madeira de demolição

A madeira de demolição é uma das maneiras de reaproveitar o material que seria jogado ao lixo. A tendência é amplamente utilizada no setor, uma vez que diminui custos e reduz os impactos negativos ao meio ambiente.

Quando oriunda de demolição, a madeira que compõe o caibro para telhado preço baixo, por exemplo. Embora seja um produto que, a princípio, seria descartado, ganha mais valor a cada dia.

As alternativas de reutilização da madeira de demolição são várias e fica a cargo da criatividade e conhecimento técnico do profissional encontrar o lugar correto para empregar este material.

Por muitos anos a viga de madeira era considerada um material abundante, porque não existia preocupação alguma com o problema do desmatamento.

Todavia, com o despertar da consciência ambiental, a utilização da madeira ficou restrita. Não só pelo desenvolvimento de leis ou restrições, mas pelo alto gasto que a madeira representa na construção civil.

Ainda assim, é importante estar atento a um detalhe, como a madeira de demolição é um material pouco acessível, muitas empresas desenvolvem processos de envelhecimento da madeira.

Ou seja, utilizam-se peças novas e confere a elas um aspecto atemporal.

Otimizando a maneira de fazer concreto

Todo projeto de construção civil necessita de um misturador de concreto, afinal, o material funciona como a base da alvenaria.

Neste sentido, existem diversos modelos modernos de betoneira, que evita a utilização de mão de obra durante a mistura.

A vantagem mais óbvia para a utilização do equipamento é a diminuição de esforço e energia da equipe de trabalho, que pode destinar as energias para outras atividades dentro da própria obra.

Ou seja, o processo é otimizado, uma vez que diminui a duração da obra.

E como todos da construção sabem, tempo é dinheiro, principalmente dentro de uma obra.

Cada dia que a obra dura, o gestor gasta mais recursos com mão de obra qualificada, locação de equipamentos e o custo de não usar o espaço. Por essas razões, a betoneira é um equipamento imprescindível em qualquer construção.

A betoneira virou uma verdadeira tendência entre as principais obras e pode se tanto alugada como comprada, pois proporciona grandes ganhos à empresa de construção civil.

Portanto, essas são algumas das tendências e novidades da construção civil moderna.

Lembrando que o empreendedor do setor, ao empregá-las nas rotinas de obra, presencia otimização de recursos, menos custos com os processos construtores e, consequentemente, melhor resultado em cada edifício concluído.