Normas regulamentadoras promovem ambiente mais seguro

A construção civil é um dos principais setores da economia nacional e importante para o desenvolvimento da sociedade, em diversos aspectos. Muitos trabalhadores atuam nesta área, realizando as mais diferentes tarefas, colocando em prática todo o conhecimento e técnicas adquiridas ao longo dos anos de estudos teóricos e em situações reais.

Para garantir a segurança de todos os envolvidos, conselhos de classe e órgãos fiscalizadores adotaram as normas regulamentadoras para diferentes etapas da construção civil. Isso permite mais proteção aos operários dentro de um ambiente de trabalho, preservando a integridade da melhor forma possível.

As empresas devem cumprir todas as normas regulamentadoras, podendo sofrer penalizações caso não estejam de acordo com as regras estabelecidas, por vias fiscais, por meio de denúncias ou processos judiciais dos próprios trabalhadores.

Planejamento adequado pontua diversos aspectos

Os canteiros de obras precisam ser administrados por profissionais responsáveis, com conhecimento abrangente dentro do campo da construção.

Dessa forma, construtoras e incorporadoras formalizam parcerias com empresas de engenharia civil sp que congregam diversos profissionais, com especialidades variadas, inclusive quanto à aplicação de normas regulamentadoras dentro dos espaços de trabalho.

A responsabilidade durante o desenvolvimento de um projeto fica a cargo dos profissionais que atuam diretamente com os trabalhadores dos canteiros de obras, identificando as necessidades de uso dos equipamentos de proteção individual e aplicação de sinalização nos espaços, evitando a entrada de pessoas não autorizadas.

Os procedimentos propostos pela equipe técnica disponibilizada pelo escritório de projetos de engenharia civil buscam a redução sobre índices de acidentes, refletindo em menor custo com indenizações e afastamentos.

A mão de obra qualificada entende a necessidade sobre as normas regulamentadoras e participam para que os ambientes de trabalho sejam mais salubres, organizados e eficientes.

Regras valem para qualquer canteiro de obras

As normas regulamentadoras valem para todos os ambientes de trabalho e atuação da construção civil. Seja uma reforma em um imóvel domiciliar até a construção de um galpão de estrutura metálica voltado para a montagem de uma fábrica ou indústria.

Aliás, nas grandes obras, muitas normas regulamentadoras devem ser previstas e colocadas em prática, já que envolve diferentes etapas, com a mudança clara dos ambientes, desde a terraplenagem até as instalações finais.

No caso de uma estrutura metálica, por exemplo, a engenharia deve se precaver contra os raios e trovões, que podem atingir a obra e acarretar acidentes, caso tenham trabalhadores por perto.

Nestes casos, o desenvolvimento de um laudo de aterramento consta na NR 18, avaliando todas as características voltadas para a segurança referente à eletricidade. Os procedimentos visam alguns pontos específicos, entre eles:

  • Inspeções de área;
  • Análises de materiais;
  • Resistência de conjunto;
  • Adequação contra descarga elétrica.

Essas tarefas são realizadas constantemente, sendo complementadas com a instalação de pára-raios, garantindo a segurança das equipes de trabalho e regulamentadas de acordo com os parâmetros de segurança propostos pelas normas.

Comunicação visual reforça segurança em obras

A movimentação dentro de um canteiro de obras é constante, com veículos entrando e saindo com materiais de construção, ajudantes transportando pedra, areia, sacos de cimento com a ajuda de carrinhos de mão, além de outras máquinas e ferramentas necessárias para o bom andamento dos trabalhos.

Para evitar pessoas não autorizadas em um espaço com risco de acidentes, a comunicação visual é muito eficiente. O reforço pode ser implementado com a instalação de placas de sinalização de segurança do trabalho em todos os ambientes, lembrando quanto ao uso de capacetes, botas, luvas e óculos de proteção.

Os procedimentos adotados pelos responsáveis devem ser replicados pelos trabalhadores de todas as formas, com instrução constante e lembretes que não podem passar despercebidos.

Isso vale para a utilização das máquinas e ferramentas, já que, muitas vezes, os acidentes causados em um ambiente de trabalho acontecem pela falta de manutenção preventiva ou operação por pessoas sem capacitação técnica.

O uso de placas de sinalização de segurança serve como justificativa em casos judiciais, mas não exime a culpa dos responsáveis, como supervisores, empreiteiras ou mestres de obras.

Os trabalhadores precisam receber todas as instruções de forma clara, destacando sempre a responsabilidade quanto às normas regulamentadoras aplicadas em um canteiro de obras.

É importante destacar que as normas regulamentadoras são obrigação, não só das empresas, mas também dos empregados. A disponibilidade de equipamentos de proteção individual é obrigatória, assim como o uso por parte dos trabalhadores.

A recusa sobre a obediência quanto às instruções dos empregadores pode levar a uma advertência e, dependendo do caso, até a dispensa do empregado.

Todas as exigências propostas pelas normas regulamentadoras devem ser cumpridas por todos, com todas as obrigações e deveres sendo respeitadas, já que são exigências legais estão sujeitas à fiscalização a qualquer tempo, em qualquer local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *