Modelos de cobertura utilizadas em comércios

É muito comum que um estabelecimento comercial conte com um toldo ou cobertura em sua fachada. O motivo disso são as vantagens trazidas pela solução, como o reforço da identidade visual da marca (o material pode ser de várias cores), o bom apelo estético e a proteção que ela oferece tanto ao sol quanto à chuva.

Entretanto, nem todos sabem que há diversos modelos deste item disponíveis no mercado. Feitos de diferentes materiais e dotados de diferentes mecanismos de funcionamento, eles proporcionam benefícios distintos aos imóveis onde estão instalados.

Confira alguns deles a seguir:

 

Toldo fixo

toldo fixo em lona é o modelo mais tradicional entre todas as coberturas. Trata-se de uma lona flexível, disponível em diversas cores, que é estendida sobre uma estrutura metálica, fornecendo proteção contra os elementos do tempo.

O principal fator que o torna atrativo é o custo: ao contrário de outras opções, como o vidro, ela demanda um investimento muito baixo. Da mesma maneira, sua leveza faz com que ela não exija uma estrutura muito robusta.

Além disso, a lona é muito simples de limpar, pois basta usar um pano com água e sabão para remover as impurezas que costumam se acumular sobre ela, como a poeira.

No caso de estabelecimentos comerciais – cuja fachada serve como fator de atração para os clientes – isso é fundamental para manter a boa reputação do negócio.

Por fim, outro benefício importante é a grande variedade de formatos que este item pode assumir, graças à sua maleabilidade. Entre eles, estão:

  • Toldo de vitrine;

  • Toldo estilo passarela;

  • Toldo estilo cortina;

  • Toldo retrátil.

 

Falaremos mais a respeito de algumas destas variedades mais adiante.

 

Cobertura de policarbonato

A lona, entretanto, não é a única opção de material disponível para quem pretende investir em coberturas fixas: o policarbonato também é uma boa escolha.

Trata-se de outro tipo de polímero plástico, com os diferenciais de ser rígido e translúcido. Consequentemente, ele cria um efeito muito diferente da lona da fachada do negócio, proporcionando um apelo muito mais moderno.

A estética, entretanto, não é a única vantagem proporcionada por esta solução: a cobertura de policarbonato também possui uma resistência acima da média, tanto que, em certos casos, chega a substituir o telhado.

Da mesma maneira, ela não propaga chamas, o que ajuda a contribuir com a segurança do local. Entretanto, engana-se quem pensa que ela tem um custo muito superior ao da lona.

Este polímero plástico também é leve, o que faz com que ele não demande uma estrutura muito robusta. Na prática, isso significa uma instalação mais simples, rápida e, consequentemente mais barata.

Por fim, como este polímero plástico é translúcido, ele permite a passagem do sol. Isso, porém, não significa que quem fica sob ele é bombardeado com os raios maléficos do astro: algumas radiações, como a UV, são filtradas pelo material, proporcionando mais conforto e segurança.

 

Toldo cortina

Por mais que toldos em versões tradicionais sejam instalados de maneira perpendicular à parede, fornecendo uma proteção horizontal contra elementos do tempo, esta não é a única opção para quem está a procura de um item do tipo: também pode-se contar com o toldo cortina.

Como o próprio nome diz, seu formato é muito semelhante ao das cortinas normalmente instaladas em residências: ele pode ser enrolado e desenrolado conforme as preferências e necessidades dos usuários.

Além disso, quando aberto, ele fica paralelo às paredes, proporcionando proteção contra elementos como:

  • Chuvas que caem na diagonal;

  • Vento;

  • Radiação solar de início ou de fim do dia.

Consequentemente, ele costuma ser muito usado em estabelecimentos comerciais que funcionam a céu aberto, tais como estacionamentos, espaços para eventos e inclusive restaurantes.

Além disso, há modelos em diversas cores e estilos. Pode-se até mesmo optar por um design que inclua partes translúcidas, de modo a aproveitar melhor a luz do sol.

 

Cobertura abre e fecha

Este toldo, porém, não é o único modelo retrátil do mercado. Também há opções feitas em polímeros plásticos rígidos, tais como a cobertura abre e fecha.

Ela consiste em uma estrutura metálica (normalmente feita de alumínio), que abriga lâminas de plásticos translúcidos. O diferencial é que ele conta com um mecanismo de funcionamento, normalmente acionado com uma alavanca, que permite a abertura e o fechamento destas lâminas, possibilitando o aproveitamento da ventilação natural quando o tempo estiver bom.