Mantendo a segurança do seu condomínio

Os edifícios residenciais surgiram como uma revolução para a questão da moradia e condomínio, pois um dos problemas que se pensava antigamente, era no crescimento populacional e como seria possível garantir que todos teriam um lugar para morar, sendo que não havia espaço para todos.

Por conta disso, cada vez mais a sociedade caminha para o modo vertical de se viver, uma vez que elas ocupam menos espaço nos meios urbanos e funcionam como pequenas comunidades dentro de portões. Algumas das vantagens de viver em edifícios são:

  • segurança;

  • lazer;

  • limpeza;

  • economia;

  • maior convívio social;

  • regras.

Pessoas que moraram em casa a vida inteira, tentam argumentar que existem algumas desvantagens sobre morar em prédios, como falta de privacidade, excesso de regramento, espaço reduzido. Uma coisa que não se pode negar, porém, é a segurança.

Como mencionado, um grande motivo do aumento de número de edifícios residenciais, além das questões urbanísticas, é que os condomínios são mais seguros que as casas convencionais.

Isso porque todos eles contam com portões, seguranças, monitoramento, controle de entrada e saída, câmeras, entre outras coisas. Além disso, é bem mais difícil que haja algum tipo de invasão nos apartamentos individuais, pois algumas técnicas que são utilizadas por invasores, como entrar pela janela, não são aplicáveis.

Mesmo havendo tudo isso, porém, ainda existem alguns riscos. Assim como a tecnologia de segurança aumenta, as maneiras de tentar burlar estes sistemas também aparecem. Por conta disso, algumas estratégias a mais podem ajudar a garantir o bem estar de todos que vivem no condomínio.

Invista em um sistema contra invasões

Mesmo que você tenha porteiros, é necessário investir em um bom alarme residencial. Este sistema é extremamente importante, para complementar a segurança oferecida pelos porteiros, uma vez que ele consegue detectar as invasões de maneira automatizada.

A principal característica deste sistema, é possuir uma vasta rede formada de camera segurança, que é ligada a um computador da portaria, mas também a um circuito externo.

Assim, se o porteiro ou algum profissional da empresa de segurança perceberem alguma movimentação fora do comum eles poderão acionar a polícia.

Além disso, as câmeras são importantes para armazenar imagens do ocorrido, de forma que se for aberta uma investigação policial elas podem ajudar a capturar os envolvidos na invasão.

Outra vantagem do alarme, é que ao perceber que houve algum tipo de invasão, ele irá soar automaticamente. Desta forma, mesmo que os porteiros ou os seguranças não tenham conseguido ver nada pela câmera, eles serão acionados no mesmo instante e poderão tomar as medidas necessárias, para evitar que o invasor prossiga com suas atividades e fuja.

Para complementar o funcionamento dos alarmes automáticos, uma boa ideia é instalar uma cerca eletrica. Sua instalação se dá no alto dos muros que cercam o interior do condomínio, sendo importante cobrir todo o perímetro.

Depois é adicionado um aviso para que todos estejam conscientes da existência desta cerca, tanto para que os condôminos não se aproximem, quanto para que os invasores não tentem passar. É necessário ter cuidado, porque ela libera descargas elétricas de alta tensão, que podem ser prejudiciais à saúde de quem as recebe.

Invista em um sistema de prevenção de incêndios

O principal sistema para impedir que o condomínio seja tomado por chamas, é instalando um detector vesda. Ele é capaz de captar os indícios de fumaça no ambiente, disparando e avisando a todos que pode ser um início de incêndio.

Sua tecnologia ainda consegue identificar se aquilo é realmente uma fumaça proveniente de fogo, ou se é apenas um alarme falso. Além disso, ele está conectado ao corpo de bombeiros, de forma que eles serão avisados no caso de ocorrer algum incêndio.

Além deste, outra medida que é obrigatória para prédios é a formação de brigada para condomínio. Ela acontece através de um pequeno curso oferecido pelos bombeiros, para não apenas funcionários do edifício, mas também para moradores.

Segundo a Norma Regulamentadora nº 23, todos os participantes devem aprender a manusear extintores e equipamentos de contenção de incêndio, para proteger o patrimônio e as vidas que correm perigo.

Depois de finalizado o curso, cada participante recebe um certificado e o condomínio recebe um Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), que garante que o local está apto e preparado para eventuais acidentes envolvendo fogo. A brigada tem validade, de forma que ela precisa ser renovada.