Madeira ou ferro: qual o melhor material para cerca?

O fato de que o Brasil passa por uma grave crise de segurança pública não é novidade para ninguém. Por conta disso, praticamente todas as pessoas buscam maneiras de manter suas residências e estabelecimentos comerciais seguros, evitando a entrada de ladrões e as atividades criminosas em seu interior.

Entre todas as técnicas disponíveis para tal no mercado, os chamados métodos de barreira são os mais famosos.

De modo geral, o método pode constitui no uso de itens como uma cerca de tela, barras de metal ou até mesmo madeira e tem a função de criar um obstáculo considerável à atuação dos criminosos, fazendo com que eles se voltem a outro alvo.

O problema é que, como existem cercas dos mais variados materiais no mercado, desde a madeira até materiais mais imponentes e agressivos, como o arame ovalado, pode haver uma dificuldade para escolher qual é a melhor matéria-prima para tal.

Afinal, cada uma delas tem suas particularidades, o que exige uma análise minuciosa de todas as opções disponíveis.

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira as vantagens de dois dos materiais para cercas mais populares do mercado: a madeira e os metais.

Vantagens da cerca de madeira

Por mais que quem vive na cidade esteja mais acostumado a ver cercas confeccionadas em outros materiais, como a tela otis, os modelos feitos em madeira ainda são populares.

Eles são usados principalmente no campo, local em que costumam delimitar áreas de grandes extensões, uma característica marcante desses locais. Confira, a seguir, algumas das vantagens desse material:

  1. Boa apresentação visual

É indiscutível: poucas cercas têm um apelo visual tão bom quanto aquelas feitas em madeira.

Além de o material em si ser bonito, é possível pintá-las de diversas cores, como o branco, o cinza e o branco.

Deste modo, ela pode ser harmonizada com elementos como o design de um imóvel que esteja no terreno ou mesmo com a vegetação presente no local.

Apesar disso, é preciso ter em mente que manter uma cerca de madeira em bom estado exige manutenções constantes, principalmente se houver animais na propriedade. Assim, isso pode exigir uma boa quantidade de tempo e de dinheiro.

  1. Resistência

Por mais que existam diversos tipos de madeiras no mercado, apenas as mais resistentes são usadas para a confecção de cercas, como o eucalipto. Consequentemente, a estrutura se torna resistente e durável, tendo uma vida útil consideravelmente longa.

  1. Menos acidentes

A montagem de uma cerca de madeira pode exigir o uso de equipamentos que representam um risco para a integridade física dos envolvidos, como a fresa para madeira, a matéria-prima, em si, não é perigosa, ao contrário de itens como o arame farpado e a concertina. Assim, há menos acidentes no processo.

Vantagens da cerca de metal

Mais comum em cidades, a cerca de metal também tem suas vantagens. Confira algumas delas a seguir:

  1. Resistência acima da média

Os metais estão entre as principais matérias-primas usadas na indústria. O motivo por trás disso é o fato de que eles são extremamente resistentes, sendo difíceis de danificar e tendo uma vida útil acima da média.

Esses aspectos fazem com que ele seja ideal para cercas, já que criminosos em potencial terão dificuldade em passar por ela.

Vale ressaltar que, quando ela for instalada em uma cidade litorânea, é preciso investir em um material ainda mais resistente: a tela soldada galvanizada.

O motivo por trás disso é o fato de que a galvanização protege o metal que está no interior da cerca, fazendo com que ele dure mais tempo.

Enquanto isso, apenas o que está no exterior, o chamado “metal de sacrifício”, se oxida, de modo a prolongar a vida útil do item.

  1. Ampla gama de ligas metálicas no mercado

Atualmente, há uma série de metais no mercado, que, por sua vez, podem ser usados para fazer cercas. Entre eles, estão:

  • Ferro;

  • Aço;

  • Alumínio;

  • Metais galvanizados.

Portanto, não será difícil encontrar um que seja o ideal para as especificidades do seu projeto e que, além disso, caiba em seu orçamento.

Vale ressaltar que, pese ao fato de alguns deles exigirem um investimento mais alto (a tela soldada preço, por exemplo, sobe se o metal for galvanizado), o valor extra sempre compensa, seja sob a forma de um melhor apelo estético ou de uma vida útil mais longa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *