Legislação ambiental deve ser seguida na construção

O crescimento urbano dos municípios tem afetado a biodiversidade de diferentes regiões com o avanço da construção voltada para a sociedade, atendendo às necessidades de novos centros habitacionais, empreendimentos comerciais e áreas industriais.

Para que o meio ambiente não seja afetado, agentes governamentais passaram a realizar estudos sobre o território municipal, mapeando áreas de proteção ambiental, identificando a fauna e flora presente em matas, florestas, rios e lagos.

Desta forma, a permissão de construção acontece de maneira estrutural, com um planejamento sustentável e inteligente.

Para seguir o rigor da legislação ambiental, incorporadoras, construtoras e indústrias passaram a implementar normas e regulamentações que sigam à risca as necessidades de proteção ambiental, sem impedir o desenvolvimento econômico de uma região, de maneira harmoniosa, em conjunto com a conservação da natureza.

Loteamento urbano deve seguir legislação

Os municípios devem realizar um levantamento das áreas urbanizadas de uma cidade, identificando áreas voltadas para residências, comércios e indústrias.

O zoneamento municipal pode ser realizado por meio de um trabalho de georreferenciamento urbano, definindo todas as formas, dimensões e localidades de imóveis ao utilizar o método de levantamento topográfico.

Este mapeamento determina o posicionamento geográfico de toda a área pertencente a um imóvel, esteja na zona urbana ou na zona rural.

O procedimento ocorre dentro da zona urbana e permite o cadastramento municipal, com o objetivo de determinar os custos de impostos relativos à dimensão da propriedade.

A zona rural também recebe esse tipo de levantamento para identificar e localizar todo o perímetro de uma propriedade, que pode ser chácara, sítio ou fazenda.

Para atender às normas técnicas voltadas para imóveis rurais, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) contabiliza todos os limites territoriais, de acordo com o memorial descritivo, assim como as características de toda a área, evitando sobreposição de imóveis e apropriação indevida de leitos de rios e minas d’água, por exemplo.

Todo o trabalho pode ser realizado por profissionais do poder público, ou ser terceirizado para uma empresa de engenharia ambiental, que vai cuidar de todos os serviços técnicos e burocráticos para regularização de áreas.

Os processos para identificação e determinação territorial devem ser realizados em cinco etapas. São elas:

  • Análise de legislação e toda documentação existente;
  • Demarcação territorial de acordo com georreferenciamento;
  • Medição de acordo com coordenadas de marcações técnicas;
  • Elaboração de relatório descritivo;
  • Emissão de certificado para registro em cartório.

Todo o trabalho deve resultar em arquivos para controle de análise territorial, plantas imobiliárias municipais, identificação de áreas de proteção ambiental e planejamento de expansão, seguindo a legislação ambiental.

Parceria empresarial valoriza empreendimento

A expansão imobiliária acontece há muito tempo em diversas áreas territoriais do país.

Para seguir as normas de proteção ambiental, as construtoras e incorporadoras precisam contar com parcerias empresariais, como o aluguel de caçamba para entulho, que oferece diversos benefícios para evitar qualquer tipo de impacto ambiental.

As empresas coletoras possuem áreas apropriadas para receber e trabalhar os resíduos sólidos da construção civil.

O armazenamento, o transporte, as alternativas apresentadas para a transformação e o descarte correto ficam sob a responsabilidade de equipes técnicas e especializadas, respeitando as leis ambientais.

As incorporadoras e construtoras devem estar atentas quanto à contratação de empresas certificadas no mercado, para que possam transportar para aterros apropriados, em que a caçamba de entulho seja descarregada sem prejuízos ambientais.

Vale mencionar que esse tipo de serviço deve atender às necessidades do setor da construção civil de maneira planejada e coerente.

Locação de equipamentos diminui custos

As empresas terceirizadas podem fazer parte de todo o planejamento estratégico durante as obras de estruturas imobiliárias, para atender ao investimento empregado na construção.

Além de serviços das mais diferentes áreas, que podem estar relacionados à dimensão territorial e regularização junto ao poder público, alguns podem estar relacionados à contratação de equipamentos e ferramentas específicas.

Os trabalhos que necessitam do aluguel de plataforma tesoura, por exemplo, podem ser contratados por meio de empresas especializadas, nos mesmos moldes de parceria com outras empresas.

Para garantir uma área de trabalho maior e com mais segurança, esse tipo de equipamento pode ficar disponível para ambientes internos e externos, pois suporta cargas pesadas.

A contratação de mão de obra especializada também deve estar dentro do planejamento da construção civil.

Os equipamentos disponíveis devem contar com operadores treinados no manuseio das máquinas, para garantir a segurança individual e de terceiros.

O investimento no aluguel plataforma elevatoria preço pode incluir a contratação de uma equipe técnica especializada e treinada para a realização de serviços de movimentação, ajustes e armazenamento correto deste tipo de equipamento.

Seguindo as normas de segurança e a legislação ambiental, é possível ter um planejamento estratégico de expansão territorial, tanto na área urbana quanto na área rural.