Laudos necessários para galpões industriais

É considerado um laudo qualquer texto que possua um parecer técnico e assegure algo. Dessa forma, um galpão industrial precisa de laudos para determinar que é um local adequado para as atividades ali exercidas.

Existem diversos laudos obrigatórios por lei, cuja ausência implica em infração. Neste artigo, você vai descobrir quais são esses laudos e entender mais sobre suas características e como funcionam.

Prevenção contra incêndios

Absolutamente todo lugar comercial precisa de um laudo que assegure que em casos de incêndio haverá toda a preparação necessária.

Esse laudo é chamado de avcb, uma sigla para Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros. É necessário que o pedido do serviço de vistoria para obter esse laudo seja feito antes do início das atividades, logo depois da construção. Isso porque a lei determina que o AVCB deve ser pedido nas seguintes situações:

  • Construção;
  • Reforma;
  • Mudança de ocupação;
  • Mudança de uso;
  • Ampliação da área construída;
  • Construções provisórias.

Além disso, é importante observar que o laudo avcb possui validade e deve ser renovado periodicamente. Esse prazo varia entre dois e cinco anos, tudo depende do risco que se calcula que o ambiente oferece.

Geralmente, o prazo para galpões acaba ficando em torno de 5 anos, pois não existe uma instalação elétrica muito complexa ou grande, dentre outros fatores que elevam a margem de risco.

Como o nome diz, esse laudo deve ser feito pelo corpo de bombeiros. Diversos aspectos são checados, os principais são a presença dos extintores de incêndio corretos, a sinalização e a iluminação de emergência.

No geral, a questão da iluminação em galpões já é um tópico muito importante. Antigamente, não se dava tanta atenção para esse aspecto e o resultado era um lugar desagradável de se trabalhar, que prejudicava a saúde do trabalhador.

Então, as leis estabelecem que um galpão precisa ser bem ventilado, com temperatura amena e bem iluminado para funcionar.

A ABNT determina a quantidade de luz obrigatório de acordo com a frequência que o galpão é usado e o tipo de serviço realizado dentro dele.

Quando é pouco usado e se realiza serviços brutos, não é necessário que tenha tanta luz. Se for muito usado, a iluminação deve ser mais intensa. Se trabalhos que envolvam ler etiquetas ou inspecionar produtos, a luz obrigatório fica ainda mais elevada.

A solução ideal para esses lugares é o LED. Esse tipo de lâmpada proporciona uma Iluminação para galpão industrial que não emite calor, muito potente e com o consumo de energia muito baixo.

Outra vantagem que não se pode ignorar é a durabilidade das lâmpadas de LED, muito superior às incandescentes e também maior que a durabilidade das fluorescentes.

Prevenção contra raios

Outro item essencial para que um local seja considerado seguro é o para raio. Existe uma norma brasileira que trata da proteção contra descargas atmosféricas (NBR 5419) e ela estabelece quais são os requisitos para que um lugar seja considerado completamente protegido contra esse perigo.

Isso inclui definir quais lugares oferecem mais ou menos riscos, quais requisitos para um para-raio ser considerado bem instalado e outros detalhes importantes, como as medidas para proteção contra lesões de seres vivos.

Para garantir que essa norma esteja sendo cumprida, obtém-se o Laudo para RaioDepois de uma inspeção do prédio e do para-raio, o laudo é assinado e o local pode ser considerado seguro. Como geralmente os galpões não são muito altos, acabam não sendo considerados muito arriscados nesse sentido.

Esse laudo pode ser assinado por um engenheiro eletricista, de computação, de produção ou operação na categoria eletricista, por um engenheiro mecânico-eletricista ou por um engenheiro civil. Independente da escolha, é essencial que esse profissional seja registrado no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia)..

Essa inspeção deve ser feita logo depois da instalação do para-raio ou quando o sistema tiver sofrido uma descarga elétrica.

Qualquer estrutura que não armazene material explosivo pode realizar essa inspeção, renovando o laudo, a cada três anos.

Por fim, a conclusão é que, mesmo sendo uma construção simples, existem muitos cuidados a se tomar com um galpão industrial.

É responsabilidade da empresa manter todos os laudos em dia, informando-se sobre os prazos e sobre as leis acerca deles.

O objetivo é evitar quaisquer incidentes que resultariam em grandes perdas, além de manter o local apropriado e seguro para os trabalhadores.