Importância dos laudos em uma construção

O crescimento urbano tem feito com que as cidades se expandam tanto no sentido horizontal, quanto no sentido vertical, com a construção de condomínios residenciais e condomínios industriais.

As zonas urbanas têm se dividido em três setores, atendendo os mais diferentes públicos. Há a zona residencial, que engloba até mesmo municípios menores, que ficam ao redor de grandes cidades e capitais, conhecidas também como cidades-dormitórios.

Há a zona comercial, com a concentração de prédios com escritórios financeiros, e todo o tipo de oferta de serviços e produtos de consumo.

E tem as zonas industriais, que concentram fábricas e empresas que precisam atender normas técnicas, regras de mobilidade urbana e leis ambientais.

Por isso profissionais são importantes no planejamento, que se faz muito necessário para que tudo funcione como um organismo vivo.

As construtoras e empreiteiras precisam realizar estudos, em conjunto com o governo vigente, seja municipal, estadual ou federal, para que possam fazer as instalações necessárias em cada ambiente.

A disponibilidade de escolas e comércios locais atendem às áreas residenciais. O mercado de negócios fica em áreas de interesse comercial abrangente, e as indústrias, nas áreas que têm maior facilidade de escoamento dos produtos para o mercado nacional e internacional.

Quando este planejamento é feito, os profissionais também devem contemplar, dentro do projeto de loteamento urbano, as áreas de serviços rurais.

Mais atrelados às regiões interioranas dos estados, o cinturão verde, as zonas rurais atendem os mais diversos mercados, tanto na área de importação, quanto de exportação.

Por isso devem ser favorecidas com estradas devidamente asfaltadas, com acesso a portos e aeroportos, facilitando o comércio e trânsito em todos os setores.

Enquanto as áreas residenciais contam com acesso à escolas, hospitais e serviços públicos, os centros comerciais e zonas industriais devem contar, também, com um projeto de loteamento que permita o crescimento, sem afetar áreas de proteção ambiental.

No caso das indústrias, dos prédios comerciais (com escritórios e filiais empresariais), entre outros, é possível, de forma regrada, atender, até mesmo, diversos setores, em um único espaço, de forma eficiente sem tirar a qualidade de vida de todos.

Contando com todas as facilidades de um planejamento urbano, é possível, para o setor governamental, distinguir as necessidades em cada área.

O atendimento de saúde, educação e segurança pode ter diferentes prioridades, identificando de forma rápida e eficaz, qual a necessidade de cada setor.

A disponibilidade de água, de energia elétrica e de gás encanado também pode ser aplicada de maneira contundente.

O fornecimento de transporte público também é facilitado, quando o planejamento urbano é feito por profissionais.

De forma ordeira, é possível oferecer diferenciais que facilitam a vida dos moradores, evitando até mesmo a emissão de gases poluentes, com a disponibilidade de ciclovias e áreas verdes em diversos pontos de uma cidade.

Além disso, as vantagens de uma construção na área certa, atendem o crescimento correto, com os adicionais de:

  • valorização de áreas conforme crescimento urbano;
  • aquecimento de economia local;
  • infraestrutura adequada às respectivas zonas;
  • fluidez em mobilidade e disposição de transportes.

Profissionais que ajudam nos processos de construção

Para que o planejamento urbano seja realizado com sucesso, é preciso contar com profissionais que entendam os processos, e que deverão atender os mais diferentes setores de uma sociedade.

Os profissionais de engenharia civil devem trabalhar com os profissionais de projetos urbanísticos, indicando quais as áreas que atendem, da melhor forma, cada setor da sociedade.

Outros profissionais devem cooperar, ao longo do processo, de cada etapa a ser desenvolvida, para que tudo seja realizado de forma adequada.

É preciso atentar para as leis vigentes, pois as zonas industriais não devem afetar a zona rural, e vice-versa. Assim como os centros comerciais devem atender de forma facilitada às zonas residenciais.

Em locais que a área de preservação ambiental é permanente, a aplicação de uma manta asfáltica, para a construção de uma estrada, deve passar por setores que englobam o meio ambiente.

Todos os processos são burocráticos, e devem contar com o acompanhamento de diferentes profissionais, ligados às organizações governamentais e à sociedade civil.

A criação de um comitê também facilita os processos, pois os interesses podem ser discutidos de forma conjunta, buscando as soluções que atendam todos os setores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *