Ferramentas são utilizadas em uma construção de grande porte?

 As construções de grande porte são as que mais demandam maquinário e mão de obra.

Mais demoradas e complexas, é necessário sempre contar com um planejamento detalhado e se certificar de estar usando os equipamentos corretos para cada aplicação.

A importância da locação

Uma construção de grande porte torna impossível não se realizar aluguel de ferramentas. Afinal, algumas ferramentas são úteis em apenas algumas das fases da construção e, então, não compensaria comprá-las.

Um exemplo disso é a fase de demolição, a primeira a se realizar em grande parte das obras.

Nessa fase, ferramentas como martelo demolidor, marreta e cortador de concreto são muito usadas, necessitando de diversas unidades para acelerar o processo.

Entretanto, nas fases seguintes, seu uso será muito pontual e apenas uma unidade de cada ferramenta basta para suprir as necessidades da obra. Mesmo quando esse não é o contexto, existem muitas vantagens na locação de equipamentos:

  • Não demanda investimento inicial alto;
  • Poupa gastos com manutenção;
  • Poupa gastos com armazenagem;
  • Não há prejuízos com desvalorização;
  • Custo baixo para tecnologia de ponta;
  • O equipamento só gera gastos quando usado.

Para que todas essas vantagens sejam aproveitadas, preste sempre atenção ao contrato de locação. É necessário que esteja explícito alguns detalhes como a prestação de serviços de manutenção do maquinário alugado.

Além disso, a empresa precisa ser de confiança, respeitando todas as normas e exigências vigentes acerca das ferramentas.

Existem alguns detalhes que não interferem na operação, mas que diminuem a segurança da obra e podem acarretar problemas (para ilustrar, existem os problemas no guarda corpo).

Equipamentos que podem ser úteis

O primeiro impulso que temos é o de pensar que apenas equipamentos de grande porte são úteis nesse tipo de construção.

Entretanto, existem equipamentos mais versáteis e direcionados para aplicações mais leves capazes de agilizar muito os processos e tornar a obra mais dinâmica.

Para ilustrar, não existe exemplo melhor do que o bobcat, apelido dado para as mini-carregadeiras.

Como o nome diz, elas possuem tamanho reduzido, mas o que as tornam desejáveis são a sua versatilidade. Com elas, pode-se trabalhar em locais de difícil acesso e realizar tarefas mais específicas, localizadas.

A versatilidade se refere à ampla gama de acessórios que podem ser acoplados à mini-carregadeira.

É possível colocar uma vassoura recolhedora, uma garra para detritos, uma valetadeira de asfalto e tantos outros itens capazes de transformar por completo a função das Bobcat usadas ou novas.

Na construção civil, geralmente em locais com restrição de espaço, a mini-carregadeira remove e movimenta materiais.

Os serviços por ela realizados não poderiam ser feitos por um trator ou por uma carregadeira de grande porte. Os tratores, geralmente, têm seu uso restrito ao agronegócio, pois essa opção é muito mais viável.

Estabelecendo um paralelo, o caminhão munck é outro nome dado aos guindautos e eles são voltados para aplicações leves, ainda assim sendo essenciais em grandes obras.

Esse equipamento de transporte e içamento de cargas pesadas é uma versão pequena dos guinchos ou guindastes. É um caminhão que tem um gancho acoplado à sua parte traseira, que articulado ou telescópico.

A principal vantagem do guindauto sobre os guindastes é que ele conta com velocidade de rodovia. Essa característica abre muitas possibilidades para o transporte de materiais de obra, justificando o interesse em Aluguel de caminhão munck.

Usado para a movimentação de vigas, transporte de cargas pesadas ou posicionamento de materiais em locais altos, esses caminhões podem ser usados em reformas com espaço de trabalho mais restrito.

Algo que ambos os veículos industriais têm em comum é a necessidade de um condutor habilitado para tal. É preciso que se tenha passado por um treinamento, existem muitos cursos focados na condução de determinadas máquinas pesadas.

Para quem deseja seguir carreira na área, o ideal é que se mude a categoria da CNH, tornando-se habilitado para conduzir máquinas pesadas em geral e transmitindo mais confiança em seus serviços de direção.

Por fim, é sempre interessante lembrar que os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) são utilizados em obras de todos os portes e naturezas.

Geralmente, esses equipamentos protegem contra impactos, perfurações, ruídos, cortes e queda de objetos ou materiais.

Assim, não apenas se previne contra acidentes, mas se assegura de que a saúde dos operários não seja prejudicada ao longo do tempo (como seria o caso de exposição constante a altos ruídos). É importante não apenas possuí-los, mas garantir que estão sendo usados da maneira correta e em bom estado.