Escolhendo o melhor piso para sua construção

A construção de uma casa tem diversas etapas, que devem ser discutidas com engenheiros e arquitetos, com o objetivo de verificar qual o melhor tipo de material, desde a fundação, até a colocação do telhado.

Os materiais colocados no ambiente interno não são diferentes e, muitas vezes, é preciso da ajuda de um profissional que trabalhe na área de decoração de interiores para escolha dos melhores itens para o ambiente.

Escolhendo o modelo ideal do piso

O mercado oferece uma série de modelos, cada qual se adaptando à uma necessidade. De modo geral, que podem ser de uma beleza ímpar, mas não oferecer a segurança necessária, principalmente em locais que tenham crianças, idosos e pessoas com mobilidade reduzida.

Outros modelos não são recomendáveis para apartamentos, por causa do incômodo acústico que podem causar aos vizinhos do andar inferior.

Existem modelos que só podem ser instalados em um espaço que não tenha contato com a água, como quartos, salas de estar e escritórios. Outros que são desenvolvidos exatamente para banheiros, cozinhas, áreas de serviços e espaços externos.

Há, ainda, os que são fabricados para a instalação em garagens, para suportar o peso dos veículos, e não rachar, ou ficar manchado por conta de vazamento de óleo ou piche dos asfaltos.

Por isso, a ajuda de um profissional deve ser de suma importância para atender todos os quesitos de segurança, beleza, praticidade e instalação.

Até mesmo o rodapé entra na conta, pois são eles que protegem as paredes contra o uso de vassouras, que costumam bater neste ponto, descascando as tintas que são aplicadas, quando não há nenhum tipo de proteção.

Apesar de haver tipos de pisos que variam entre os de madeira e os de porcelanato, muitas construções modernas têm utilizado um modelo de piso que pode ser aplicado em qualquer lugar, usando apenas o concreto.

Como é um material que está presente em todos os canteiros de obras, no mínimo para a fundação, é preciso dizer que este item, até mesmo, surpreende as pessoas mais incrédulas por conta da sua versatilidade.

Dividido em quatro tipos diferentes, o piso de concreto pode ser:

  • Armado: com massa de concreto e ferragens;
  • Intertravado: em blocos pré-fabricados;
  • Polido: que pode ser brilhante e antiderrapante;
  • Queimado, que é aplicado sobre o contrapiso nivelado.

Cada um destes modelos tem uma função diferenciada. Por isso, é preciso entender que o piso de concreto armado é utilizado em construções de grande porte, como edifícios e viadutos.

O modelo intertravado é encontrado em passeios públicos e praças, podendo ainda substituir pisos de estacionamentos, com o uso de bloco de concreto. Para a área residencial, o concreto polido é resistente a impactos, além de ser econômico e possuir uma vida útil prolongada.

Centrado no uso de caráter residencial, é preciso dizer que este tipo de piso tem como característica a aparência rústica, mesmo podendo ser aplicado cores, com o uso de produtos especiais, desenvolvidos para o concreto.

Sua limpeza pode ser com produtos simples, como sabão e água. Se quiser manter o brilho, há produtos específicos, que podem ser aplicados duas vezes ao ano.

O investimento neste tipo de acabamento pode ser muito vantajoso, quando comparado a outros tipos de materiais disponíveis nas casas de material de construção.

O piso de concreto preço varia de acordo com a metragem em que ele será aplicado, com o custo da mão de obra relativamente baixo, também em comparação a outros tipos de materiais disponíveis no mercado.

Por ser um material que tem o brilho como destaque, é importante frisar que é preciso tomar cuidado, quando cai qualquer tipo de líquido no chão, pois o piso fica muito escorregadio, e pode causar acidentes.

Acabamento mais fácil para sua construção

Em muitos condomínios prediais, em que há diversos apartamentos, incomodar os vizinhos pode causar problemas sociais e, até mesmo, multa condominial.

Por isso, muitos arquitetos e decoradores têm indicado o uso de piso vinílico em placa para a instalação em todos os cômodos, até mesmo em banheiros, cozinhas e áreas de serviço, desenvolvidos para tal ambiente.

Com uma instalação que pode ser realizada por um profissional, este tipo de piso não produz muitos resíduos sólidos da construção civil, podendo combinar com diferentes itens, inclusive com o rodapé de MDF branco, para proteger as paredes e dar um acabamento mais fino.