Elementos necessários para a manutenção de prédios

É possível reparar que cada vez mais as cidades estão verticalizadas, ou seja, a expansão dos prédios, seja para ambiente comercial ou residencial é uma realidade frequente.

Muitas pessoas trabalham em prédios e outras optam por viver neles por mais segurança, qualidade de vida e bem-estar. Porém, um prédio, assim como todo imóvel precisa de manutenção e cuidados para evitar acidentes e conseguir garantir a saúde e a qualidade de vida para todos.

Essa manutenção precisa ocorrer de forma preventiva, com o objetivo de evitar gastos posteriores ao condomínio e ainda, problemas técnicos que gerem acidentes.

Elementos de segurança e prevenção de incêndios

Uma exigência que os prédios precisam ter, sendo passíveis de multa caso não estejam de acordo é imprescindível contar com um AVCB corpo de bombeiros.

O Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) é um documento que atesta que o local conta com os mecanismos ou equipamentos para contenção inicial de um incêndio.

Esse documento libera que o prédio funcione, mas apresenta prazo de validade e precisa de renovação, com uma nova vistoria.

Uma das grandes preocupações em um prédio deve ser com a prevenção de incêndios. Ele pode ocorrer por falha no pára-raios, falha ou sobrecarga elétrica, vazamento de gás ou até mesmo, o erro de um morador.

Por isso, para prevenção, é importante realizar a manutenção preventiva de instalações elétricas, assim como de elevadores e os sistemas de segurança, como:

  • Sistema de alarme de incêndio;
  • Sistema de detector de fumaça;
  • Escadas com sistemas de renovação do ar;
  • Verificação das luzes de saídas de emergência;
  • Validade dos extintores de gás;
  • Sistema de hidrante próximo ao prédio.

Um dos elementos de segurança e prevenção diante de incêndios diz respeito à instalação de um sistema de exaustão.

Assim como, os carros e ônibus apresentam um escapamento, que é importante para expelir alguns gases que estão dentro do veículo e foram gerados no momento em que o combustível foi queimado, os seres humanos, também têm um “escapamento”.

Sendo esse “escamento” o sistema respiratório, no qual inalamos oxigênio e liberamos para o meio ambiente gás o carbônico. Sendo exatamente essa a função de um sistema de exaustão.

Pois, ele retirar gases que são considerados tóxicos ou impuros de um local, deixando o ambiente muito mais limpo e com o ar purificado.

Existem sistemas de exaustão mais compactos que são instalados em cozinhas, por exemplo, para remoção da fumaça durante o preparo de alimentos, mas também pode ser instalado em larga escala, servindo para remover a fumaça do local durante um incêndio ou princípio de incêndio.

A fumaça é tóxica e pode causar asfixia, por isso, contar com a instalação desse sistema é fundamental e pode ajudar a salvar pessoas.

Impermeabilização do local

Um dos processos de manutenção preventiva também podem indicar a necessidade de reforma em um prédio. Vários elementos podem ser reformados, como a pintura da fachada predial, instalação de jardins, manutenção da piscina e elevadores, dentre outros elementos.

No entanto, o processo de impermeabilização do local pode ser necessário, como a impermeabilização de piso. Se ocorrer a troca de piso em determinado local, é fundamental que o mesmo esteja impermeabilizado.

A aplicação de um impermeabilizante significa que o local recebeu um revestimento que é possível de evitar infiltrações e vazamentos, causando danos ao piso ou à pintura, por exemplo.

A troca de pisos pode agregar valor ao imóvel e ainda contribuir para a beleza e renovação estética do local. Outro tipo de aplicação que pode ser necessário é a do impermeabilizante para parede externa.

As paredes precisam receber a aplicação de um impermeabilizante para evitar infiltrações entre o telhado e a parede o que pode danificar o imóvel, sua estrutura, a pintura e trazer um aspecto negativo ao imóvel.

Manutenção e cuidados

Ainda sobre os procedimentos de manutenção e cuidados é importante ressaltar que vários sistemas precisam de manutenção, principalmente, o hidráulico com o transporte de líquidos.

Por exemplo, existem vários tipos de roscas, como a rosca transportadora helicoidal que pode ser instalada nesse sistema. Essas roscas, com o passar do tempo podem sofrer desgastes, causando um afrouxamento dos parafusos e afetando o transporte de líquidos.

Como a usabilidade das roscas é muito elevada em segmentos como indústria, com o uso da rosca helicoidal e outros modelos, é fundamental estar atento à troca dessas peças.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *