Por que o vidro pode oferecer muito mais elegância para a sua casa

Construir ou reformar uma casa sempre são experiências divertidas, pois elas trazem aquela sensação de renovação e de encontrar um lugar novo para viver. O melhor de tudo isso é poder pensar em cada detalhe e materiais, como os vidros.

Afinal, quem nunca quis montar uma casa do jeitinho que sempre sonhou?

Essa é uma das maiores vontades de alguém que pensa em, um dia, morar sozinho, se casar ou apenas morar com outra pessoa. A decoração acaba sendo um reflexo do seu estilo.

Uma dica para pensar no design da sua residência é investir em detalhes feitos em vidro. Suas principais vantagens são:

  • Maior elegância;

  • Presença de mais iluminação natural;

  • Amplia o espaço;

  • maior campo de visão.

Onde aplicar?

Escadas e sacadas necessitam não apenas das estruturas que as sustentam, mas também de uma espécie de vidro laminado que servirá de proteção.

Ele é importante para impedir que você escorregue para o lado de fora e que o vento ou a chuva tragam objetos para dentro.

Um corrimão de aluminio para sacada pode ser muito bem combinado com o vidro, pois o material é leve e, ao mesmo tempo, resistente. Como é algo que fica exposto do lado de fora, é necessário que seja de qualidade.

Já a escada pode contar com um corrimão inox, que é outro material bastante resistente e usado por muitas pessoas.

Ele é durável e seguro, além de se encaixar nos mais diversos estilos de decoração e pode ser adaptada de acordo com preferência do cliente.

Ela também pode ser construída com combinação de materiais, como vidro, madeira, concreto, outros metais, como o aço, entre outras coisas.

Ou seja, ela pode ter degraus de ferro e um guarda corpo de vidro para escada, por exemplo, ou ainda estrutura de madeira e corrimão de ferro.

Outro lugar onde o vidro pode ser muito bem aplicado é a mesa. Oferecendo um toque de requinte, a mesa de vidro consegue dar um ar ainda mais sofisticado que as que são feitas de madeira ou outros materiais.

Seu suporte pode ser feito de diversos materiais, como a própria madeira, ou ainda aço, inox, ferro, entre outras coisas.

Elas podem ser usadas em diversos ambientes, como salas de jantar, de reunião ou de estar, escritórios e cozinhas.

São feitas com vidro altamente resistente, de forma que se houver algum tipo de quebra ou rompimento, os cacos não irão se espalhar pela causa, o que causaria acidentes..

Qual tipo de vidro usar?

São diversos os tipos de vidro que podem ser utilizados para trazer um design de mais elegância para a sua casa. O vidro temperado jateado é uma ótima opção.

Conhecidos pela leveza, os vidros jateados possuem diversos modelos disponíveis no mercado.

Por isso uma de suas principais vantagens é a variedade de opções e estilos. Isso, graças a sua nova forma de produção que possibilita novas técnicas e formatos.

Por receber um acabamento diferente dos comuns, é muito procurado pelos consumidores, já que deixa o ambiente elegante e moderno com seu tom opaco, que também pode receber desenhos diferentes definidos pelo cliente no ato da encomenda.

Pode ter diferentes texturas, estampas e relevos, usados para criar a aparência opaca do vidro.

Isso faz com que ganhe cada vez mais espaço nos projetos de decoração, já que sua característica única dá um toque ainda mais moderno com muita originalidade.

Por ser um trabalho para profissionais que entendam o material, os valores do vidro podem ser superiores comparado aos outros tipos de vidros no mercado, mas o acabamento garante um design arrojado e um tom de requinte onde for instalado.

Outro tipo bastante requisitado é o vidro laminado. Sua composição através de duas placas de vidro que têm entre elas uma película plástica.

Ele é ideal para sacadas, fachadas, coberturas, guarda copos, portas, janelas, entre outros lugares que podem se beneficiar do seu uso.

Essa película que intercala as chapas de vidro é responsável por segurar os cacos de vidro em caso de quebra, além de evitar a entrada de ruídos externos e diminuir a incidência de raios UV.

Isso evita alguns efeitos negativos como desbotamento de tinta, envelhecimento dos materiais com os quais são feitos os móveis e cortinas, além de proteger as pessoas da exposição ao sol.