Detalhes sobre a requalificação de centros urbanos

Ao longo do tempo, os espaços urbanos, tanto no Brasil como no mundo inteiro, foram modificados. Países, estados, cidades, bairros, ruas, desde o macro até o micro, passaram por mudanças construtivas, estruturas foram modificadas, arquitetura, modelos de produção e muito mais.

De tempos em tempos os governos vigentes precisam executar mudanças significativas, principalmente, estruturais para garantir uma maior qualidade de vida da população no local em que governam.

Esses processos que modificam a estruturação das localidades são costumeiramente chamados de requalificação urbana, onde os espaços urbanos são modificados para melhorar a qualidade de serviços, aumentando a qualidade de vida das pessoas.

Por isso, abordaremos sobre as mudanças que podem e são realizadas costumeiramente para melhorar a acessibilidade, a qualidade e a infraestrutura de diversos espaços e localidades.

Locais mais necessitados

Naturalmente, essas mudanças que mencionamos tem mais necessidade de serem efetuadas em locais menos favorecidos, com infraestrutura deficitária, falta de recursos, saneamento precário e outros problemas estruturais.

No Brasil, por exemplo, a desigualdade social é bastante evidente. Com isso, uma grande quantidade de comunidades que se enquadram nessa questão, sofre com problemas estruturais, principalmente, nas chamadas comunidades.

Dessa maneira, se torna imprescindível que as responsabilidades governamentais, tanto federais, como estaduais e municipais proponham ações para que uma requalificação urbana na favela seja aplicada e melhore as condições estruturais para que os moradores possam ter acesso a alguns pontos fundamentais de sobrevivência, tais como:

  • Água encanada;
  • Saneamento básico de qualidade;
  • Segurança;
  • Eletricidade;
  • Diminuição de desmoronamentos.

Divisão das esferas de atuação

Essas ações ocorrem de acordo com a determinação de quais esferas governamentais estarão envolvidas. Por exemplo, existem ações que são de responsabilidades dos governos federais e por isso os governos estaduais e municipais não podem interferir.

Em alguns casos em que os municípios são os principais responsáveis por executar as operações que envolveram essa requalificação urbana.

É importantíssimo que seja criado um plano diretor municipal, que é um plano que visa estipular estratégias e criar mecanismos para que novas ideias sejam aplicadas para melhorar a qualidade de vida da população no determinado município.

Análises e estudos importantes

Para que ações como essas, estipuladas por planos municipais ou outros planejamentos de diferentes esferas tenham sucesso, é fundamental entender como está a composição do local em que as ações ocorrerão.

Para isso, criar mecanismos para que seja um feito levantamento do georreferenciamento de imóveis urbanos é indispensável.

Esse tipo de ação busca, por meio do uso de satélites e vistoria das localidades, entender como cada espaço está posto, tanto na sua posição, como na sua estruturação.

Dessa forma, conhecendo todos os pontos dos espaços em que precisam receber ações importantes na estruturação para melhorar a qualidade de vida das pessoas, fica mais fácil aplicar operações efetivas que atuem nessa mudança.

Outro ponto importante de análise que deve ser feito e que merece ser mencionado é em relação a análise topográfica do espaço.

Esse tipo de análise é feita para entender as condições dos solos dos espaços, determinando assim se é possível efetuar novas construções que trabalharão em pró da população.

O levantamento topográfico é dividido em três estudos levantamento planimétrico, levantamento altimétrico e por fim o levantamento planialtimétrico, que é basicamente a junção dois primeiros levantamentos para que a análise seja feita mais detalhadamente e com mais eficiência.

Ações práticas

Por fim, é fundamental apontar algumas mudanças mais específicas que são costumeiramente realizadas e cada vez mais necessárias para que a acessibilidade das pessoas seja melhorada.

É importantíssimo que todas as pessoas tenham condições de se movimentar pelas ruas e por espaços públicos e privados.

Como existem muitas pessoas que têm algum tipo de deficiência, como deficiência física e problemas de visão, é essencial que ocorram ações que visam a melhoria na acessibilidade urbana.

Por meio da criação de estratégias e de construções que tornam mais práticas a movimentação de todas as pessoas, essencialmente, as categorias mencionadas.

Entre as práticas construtivas que podem ser executadas para ampliar essa mobilidade podemos citar, por exemplo, a construção de rampas de acessos em espaços públicos e privados.

Acessos as calçadas e as residências, construção de corrimões para auxiliar essa movimentação nas rampas, e também a implementação de piso tátil interno, que é um tipo de piso com uma elevação em alguns pontos específicos, que melhora, principalmente, a movimentação de deficientes visuais.

Ideias como essas são importantíssimos para ampliar a qualidade de vida de todos, e se enquadram perfeitamente na requalificação urbana e revitalização de espaços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *