Detalhes básicos para a construção de uma estufa

Pese ao fato de uma fatia crescente da população viver em cidades, cada vez mais pessoas têm notado como esse é um estilo de vida nocivo para a saúde.

Por esse motivo, não é raro que os moradores de apartamentos, por exemplo, invistam em uma estrutura para jardim vertical: apesar de pequeno, esse item proporciona algum contato com a natureza, colaborando tanto com a saúde física quanto mental.

Além disso, muitas pessoas têm despertado para a importância de se manter uma alimentação saudável, rica em nutrientes e pobre em produtos industrializados.

Isso, por sua vez, envolve o consumo de produtos orgânicos, ou seja, sem agrotóxicos e outros químicos prejudiciais à saúde.

Nesse caso, quem tem o privilégio de viver em um local com uma área grande o suficiente pode até mesmo investir em uma estufa para horta, de modo a cultivar seus próprios gêneros alimentícios.

Se você estiver pensando nisso, é preciso ter em mente que, por mais que essa seja uma estrutura simples, a sua construção requer alguns cuidados. Do contrário, ela não será funcional, e, assim, não poderá ser aproveitada o suficiente.

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas dicas fundamentais para construir a sua estufa.

  1. Escolha um local apropriado

O objetivo de uma estufa é proteger as plantas em seu interior de fatores como chuvas, ventos e temperaturas extremas. Deste modo, elas crescem independentemente do clima da região.

Além disso, ela é construída para que acumule calor em seu interior, o que, por sua vez, também contribui com o desenvolvimento das plantas.

No entanto, para que esses fatores se concretizem, é preciso escolher bem o local onde a estufa será instalada. Do contrário, nem mesmo plantas mais simples, como a grama batatais, serão capazes de crescer saudáveis.

A boa notícia é que trata-se de algo relativamente simples. Além de buscar um local em seu terreno que seja plano, de modo a facilitar a construção, também é preciso que ele receba muita radiação solar.

Deste modo, não apenas as plantas poderão fazer a fotossíntese para sobreviverem, como, também, o interior da estufa se manterá aquecido em todos os momentos.

  1. Reserve uma área grande o suficiente

Além da radiação solar, há, ainda, outros fatores que são muito importantes para que as plantas de sua estufa cresçam saudáveis.

Um deles é a manutenção de uma distância mínima entre as mudas, de modo que elas possam crescer sem impedimentos e que haja circulação de ar entre elas.

Caso você pretenda construir uma estufa, isso significa que é fundamental que ela tenha uma área grande o suficiente para manter tal distância.

Além de colaborar com o crescimento das plantas, isso facilitará a sua circulação no interior da estrutura, e, assim, o cuidado com as mudas.

Nesse momento, é interessante considerar as alternativas à opção tradicional de semear as plantas no chão. O bloco para jardim vertical preço, por exemplo, não é alto, e pode ser uma boa alternativa para deixar as plantas menores bem acomodadas, e, a estufa, organizada.

  1. Escolha o melhor material para a construção

Por mais simples que uma estufa seja, há diversos materiais que podem ser usados para construí-la. Entre eles, estão:

  • Madeira;

  • Metais;

  • PVC;

  • Bambu.

Portanto, caso você pretenda contar com uma estrutura do tipo em sua casa, é preciso pesquisar a respeito de todas as opções disponíveis no mercado, de modo a encontrar a mais vantajosa, já que cada uma faz com que a estufa hortaliças preço varie de uma forma diferente.

Vale ressaltar que, independentemente da matéria-prima escolhida, é essencial que ela seja comprada junto a um estabelecimento de confiança, mesmo que isso signifique gastar um pouco mais.

Do contrário, as chances de que a estrutura apresente defeitos são grandes. Assim, antes de decidir itens como grama esmeralda onde comprar, é preciso pesquisar.

  1. Crie uma estrutura elétrica

Por último, é interessante considerar a possibilidade de criar uma pequena estrutura elétrica para a sua estufa. Deste modo, ela contará com iluminação e poderá até mesmo ter alguns itens automatizados em seu interior, facilitando o cuidado com as plantas.

Apesar disso, é preciso ter em mente que uma estrutura inadequada não apenas é ineficiente, como, também, algo perigoso. Assim, caso você opte por isso, recomenda-se que o projeto elétrico seja elaborado por um profissional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *