Decks: Veja aqui as melhores dicas sobre eles

Uma das características mais comuns de áreas externas são os decks, que geralmente podem ser encontrados ao redor de piscinas, jardins e outros espaços de lazer.

Os decks contribuem com um ambiente mais sofisticado e harmonioso, deixando o espaço mais aconchegante, ótimas características para sediar as tardes em família e outros eventos com as pessoas queridas.

Afinal, o que é um deck?

De modo geral, o deck consiste em um espaço formado por tábuas paralelas, geralmente colocados como um patamar, terraço ou plataforma em ambientes externos.

Eles podem ser utilizados em diversos locais, como por exemplo:

  • Ao redor de piscinas;
  • Jardins (principalmente de condomínios);
  • Sacadas;
  • Varandas;
  • Saunas;
  • Áreas com churrasqueiras.

No caso das sacadas e varandas, os decks comumente vêm acompanhados de utensílios para relaxamento e decoração do local, como é o caso de pufes e redes.

Modelos de deck

O deck pode ser encontrado em diversos tipos e modelos, que geralmente se adequam à necessidade local, decoração e preferências dos moradores. Veja abaixo os três mais comuns.

1. Deck de madeira

O deck de madeira, é comumente encontrado em volta de piscinas, por isso também é conhecido como deck de madeira para piscina.

O processo de instalação do deck é simples e semelhantes em todos os modelos, de modo geral, as peças (placas ou réguas) devem ser encaixadas com o apoio de itens resistentes, como é o caso de parafusos de aço inox.

Apesar de simples, é essencial contar com um profissional especializado, garantindo não apenas uma instalação segura, como também um trabalho com ótimos resultados.

Uma característica da madeira, que por alguns é considerada uma desvantagem, é a necessidade de constantes manutenções, que por sua vez, tem por objetivo evitar cupins, manchas acinzentadas e desgastes na superfície.

2. Deck de PVC

Uma das principais características do deck de pvc é, sem dúvidas nenhuma, a durabilidade, não necessitando assim, de manutenções constantes.

Além disso, é uma opção com uma ótima resistência ao calor, umidade e outros efeitos causados por mudanças climáticas, é antiderrapante e de fácil higienização.

A lavagem do deck de PVC pode ser feita em casa, através de água e sabão, eliminando assim as sujeiras e aumentando a vida útil do material.

É uma boa escolha para uma piscina com deck, jardins, varandas, sacadas (principalmente descobertas) e outras áreas de lazer.

Apresenta ainda diversas opções de acabamento, que variam de acordo com o estilo, tonalidades e cores, se adaptando ao gosto do cliente.

O deck de PVC é uma opção acessível, outra característica que tem conquistado espaço em várias obras. Por fim, é um material sustentável, contribuindo com o meio ambiente ao minimizar os descartes e desmatamento.

3. Deck flutuante

O deck flutuante é uma opção moderna, que tem ganhado espaço em diversos condomínios, parques e, principalmente, rios, lagos e enseadas.

Sendo muito utilizado para ancoragem de equipamentos marinhos, como é o caso dos barcos.

Esse tipo de deck é formado de madeira plastica, cuja superfície é antiderrapante, evitando assim tropeços e quedas. Além disso, absorvem uma quantidade mínima de calor do sol, promovendo um ótimo conforto térmico.

A madeira plástica, material pelo qual o deck flutuante é confeccionado, possui uma série de vantagens, como por exemplo; trata-se de um item sustentável, ótima durabilidade, dispensa manutenções, fácil higienização, resistente às mudanças climáticas e até mesmo pragas.

Quanto custa o deck?

Para instalação de um deck, o valor é acessível, variando de acordo com diversos detalhes, como por exemplo, o material, espaço a qual será colocado, revestimentos e tamanho.

Para informações mais contundentes, o ideal é procurar uma empresa especializada no produto, garantindo assim, melhor relação de custo e benefício na sua aquisição.

Se o seu objetivo é escolher o melhor deck de acordo com suas necessidades, é essencial se atentar à alguns detalhes, principalmente a respeito do profissional que fará esse serviço.

Para resultados mais atraentes, você pode contar com um designer de interiores ou arquiteto, garantindo um projeto harmonioso e com ótimos resultados estéticos. Além disso, se atente no material que melhor atende o local de instalação.

Por fim, pesquise bem antes de começar a sua obra, conte com toda ajuda profissional possível, afinal, a área externa também é parte importante da casa e precisa ser construída com carinho.