Conheça os processos de construção em lugares rochosos

O tipo de solo representa grande importância para a construção, por esse motivo, é fundamental que os profissionais responsáveis realizem o reconhecimento do tipo de solo e suas principais especificações.

Em relação aos tipos de solo, é importante compreender que quando se aponta que o solo é de determinado tipo, significa que a maior parte de sua constituição corresponde a essa característica.

Não o todo, até mesmo no caso dos terrenos rochosos. A partir da análise, será possível determinar a movimentação de terra, escolha das fundações e, naturalmente, quais são os tipos de equipamentos e procedimentos mais adequados.

O terreno rochoso apresenta uma maior necessidade de equipamentos ou procedimentos, que tornem possível a execução de determinadas obras.

O que é o desmonte de rocha em construção?

Muitas vezes, nos terrenos rochosos, para execução de obras específicas, é necessário contratar profissionais capacitados para efetuar o desmonte de rocha.

É um procedimento necessário, quando o consultor de solos aponta a existência de camadas gostosas profundidades, nas quais serão executadas fundações ou outros processos da construção.

Existem dois tipos de desmonte de rocha: a frio e por meio de explosivos. No caso do desmonte a frio, essa é uma alternativa aplicada, principalmente, quando há possibilidade do uso de explosivos.

O método mais utilizado é através de argamassa expansiva, aponta-se que uma vez que esse material é inserido nos furos realizados na rocha, promove a fragmentação de maneira progressiva, até que se rompa.

Já no caso do desmonte por explosivos, é fundamental que a empresa tem a licença para a atuação e execução do serviço. Além disso, explosivos requer autorização do exército e da polícia.

É interessante observar que, para o planejamento e a execução do desmonte, é fundamental analisar o solo, projeto da obra e as interferências capazes de afetar a vizinhança.

Neste cenário, após o desmonte, naturalmente é necessário transportar os materiais e resíduos. Saindo assim, uso de máquinas como a retroescavadeira pode ser muito favorável.

Principalmente porque se trata de uma opção versátil, utilizada tanto para escavações, demolições, quanto para transporte de materiais e remoção de entulhos.

Qual é a função de uma desempenadeira em uma construção?

A desempenadeira é um dos tipos de ferramentas com aplicação voltada para nivelar superfícies, corrigir excesso de massa e efetuar rejuntes.

Por isso, que dependendo das necessidades da construção, pode ser um recurso imprescindível, principalmente para os acabamentos. Existem diferentes tipos de desempenadeiras, tais como:

  • Dentadas e super dentadas;
  • Lisas e super lisas;
  • Borda redonda;
  • Espuma ou emborrachadas.

A desempenadeira de borda redonda, é comumente usada para aplicação superficial de cimento ou alisamento da concretagem.

Já a opção de espuma, é indicada para nivelar argamassas e massas, enquanto as emborrachadas são ideais para acabamentos mais lisos em rebocos.

A principal diferença entre acidentadas e a super dentadas, é que as dentadas possuem apenas um lado com formato dentado. As super dentadas apresentam a lateral e a largura com essa característica.

Por fim, a lisa apresenta base alveolar, enquanto a super lisa possui uma base completamente sem relevos. Além disso, também é possível encontrar desempenadeira de aço, plástico e borracha.

A escolha entre esses tipos, deve levar em consideração qual é a finalidade do seu uso, por exemplo, nivelamento de superfícies, rejunte ou preparo de materiais.

A importância dos guindastes na construção

Os guindastes, de forma geral, apresentam uma capacidade de carga notável e que torna este equipamento uma opção favorável, para realizar içamentos em grandes alturas e distâncias.

Dessa forma, a operação também é otimizada, uma vez que pode substituir a necessidade de utilizar máquinas para o transporte de cargas mais pesadas.

Qualquer descuido na forma de operação do guindaste, pode resultar em graves acidentes e prejuízos, em especial, quando se leva em consideração que movimentam cargas pesadas, há até mesmo guindaste 220 toneladas e de capacidades superiores.

Por esse motivo, é fundamental que apenas profissionais qualificados fiquem responsáveis pela operação deste equipamento. Existem diferentes tipos desse equipamento.

Seja o mais simples, o guindaste móvel, que é constituído por uma lança telescópica, que corresponde ao braço ou treliça de aço. Normalmente, um ganho suspende a peça a ser içada.

Outro tipo, é o chamado guindaste hidráulico ou guindaste tipo caminhão, que tem uma base semelhante à parte inferior de um veículo. Comumente, essa opção é utilizada para o transporte de materiais em terrenos acidentados.