Como transportar materiais em uma construção?

Realizar o transporte de materiais em uma construção de forma segura é essencial pois garante que os insumos e peças não estarão com danos, riscos ou fissuras depois do seu transporte.

Esses produtos, em alguns casos, são feitos por encomenda e em caso de algum dano ao equipamento até o fornecimento de uma peça similar iria atrasar a obra como um todo.

É preciso dar atenção, inclusive, porque certos insumos não podem ficar expostos a intempéries (sol, chuva e calor) e necessitam de um transporte mais seguro. Esse artigo tem como objetivo passar informações sobre como fazer esse transporte de materiais de forma segura.

Balancim

Também conhecidos como andaimes, ajudam muito no transporte de certos tipos de materiais que precisam ser suspensos. Vamos conhecer alguns tipos desse material.

Balancim elétrico

Muito usual na indústria de construção, esse balancim proporciona vários tipos de vantagens, mas o maior destaque é no aumento da produtividade.

Por se tratar de um equipamento elétrico, a sua condução é de extrema facilidade (e dependendo do modelo, existem pequenas características que garantem uma segurança a mais). Muito utilizado para manutenção em fachadas e instalação de equipamentos pré-moldados.

Balancim passante

Ao contrário do equipamento anterior, esse é um balancim manual, para movimentá-lo é necessário uma ação do operador através de uma manivela.

Apesar de não parecer, é um tipo de equipamento extremamente seguro com um sistema de travamento de quedas que conta com materiais de alta resistência e acionamento automático.

Balancim em L

Não difere muito dos outros equipamentos, o ponto crucial é o seu formato, que como o nome sugere, é em L, o que permite a manutenção em locais que seriam de mais difícil acesso com outros tipos desse produto.

Esse é um material muito seguro e que permite o transporte de um tipo muito grande de cargas. Caso surja interesse, saiba que o aluguel de andaimes é de fácil localização no mercado e geralmente com um preço acessível.

Carrinhos de carga

Uma opção muito mais viável para o transporte de sacos e fardos de material do que se o trabalho fosse feito manualmente.

Permite o transporte de pequenos e médios produtos em tempo rápido, e dependendo do tipo de produto em que trabalha é possível achar certos tipos de carrinhos de carga com especificações que atendam a sua demanda.

Antes de adquirir ou alugar um carrinho de carga é recomendado estudar e fazer uma projeção de quais equipamentos irá trabalhar nos próximos meses para adquirir um equipamento que responde de forma adequada as necessidades que irão aparecer ao longo do tempo.

Para escolher de forma correta o seu carrinho vamos abordar alguns fatores que podem influenciar.

Capacidade de carga

Entender de forma correta qual a demanda de estoque e de movimentação desses produtos vai ajudar a investir dinheiro de forma eficiente em um carrinho não muito caro mas que supra as necessidades.

Volume de carga

Mesmo que não faça o transporte de grandes quantidades de material, às vezes pequenas peças podem ter um peso alto, levar isso em conta pode fazer diferença, principalmente no tempo de vida útil do equipamento.

Tipos de rodas

A escolha das rodas para carrinhos depende muito do local onde o carrinho será utilizado, se o solo apresenta muita resistência ou não.

Se for um lugar que apresenta muitas fissuras, rachaduras ou até irregularidades é sempre aconselhável usar os pneus pneumáticos, que irão ter uma durabilidade e eficiência muito mais alta.

Como em construções nunca se sabe que tipo de solo terá, em caso de um solo com material pontiagudo é recomendável rodas maciças, que apresentam muita resistência a esse tipo de solo.

Carrinhos de 2 ou 4 rodas.

carrinho plataforma 4 rodas apresenta uma melhor estabilidade para transportar grandes quantidades de material, principalmente se forem de embalagens pequenas ou médias.

Já o carrinho de 2 rodas apresenta uma melhor versatilidade de movimentação, permitindo o transporte mais eficaz em locais de pequeno espaço e etc.

Como vimos essa é uma área que requer muita atenção para o transporte, até porque o número de materiais diferentes para o transporte é bem grande, como:

  • Areia;

  • Brita;

  • Cal;

  • Cimento;

  • Blocos de construção;

  • Tijolos;

  • Madeira.

E cada tipo de material exige uma atenção diferente, algumas empresas optam por ter um profissional – ou uma empresa – responsável por fiscalizar os transportes para esses insumos, garantindo assim o melhor produto para a obra e/ou para o cliente final.