Como economizar energia elétrica em sua empresa?

Pequenas empresas gastam valores altos em energia todos os anos, no entanto, mesmo que seja compreensível que locais de trabalho cheios de pessoas e processos de fabricação.

Esses locais precisam de muita energia para iluminação, aquecimento, resfriamento, máquinas, dispositivos de alimentação e outros; é possível economizar e reduzir os custos com as faturas de energia elétrica.

Felizmente, existem maneiras de cortar esses custos de eletricidade comercial – e tudo sem sacrificar a qualidade, o serviço ou o conforto.

Aprender como economizar eletricidade não precisa ser complicado ou caro. Claro, você pode investir em equipamentos com eficiência energética para economizar dinheiro em longo prazo, ou, em energia solar para empresa.

Mas, sua empresa também pode fazer grandes economias nas contas de eletricidade apenas mudando a maneira como seus funcionários usam a energia no local de trabalho.

Continue lendo para descobrir como reduzir os custos de eletricidade para o seu negócio.

Dicas para economizar energia e diminuir os custos de sua empresa

1. Faça uma auditoria energética

Antes de fazer qualquer alteração, entre em contato com a concessionária local para perguntar sobre uma auditoria energética.

Além de muitas vezes ser um serviço gratuito, essas auditorias fornecem conselhos personalizados de valor inestimável para economizar dinheiro na conta de eletricidade.

Uma auditoria energética permitirá que você saiba seu uso de energia de linha de base, ao mesmo tempo em que, sugerirá maneiras de reduzir esse uso.

Mesmo que você já tenha tomado medidas para reduzir o uso de energia, este serviço profissional ainda pode ser uma experiência reveladora.

Por exemplo, graças a equipamentos especializados, como câmeras de imagem térmica, esses profissionais serão capazes de localizar vazamentos de ar e áreas de isolamento insuficiente.

Confira também: Saiba como emitir segunda via da sua conta de energia passo a passo

2. Reprogramar seu termostato

Pode ser uma surpresa para você saber quanta energia pode economizar fazendo até mesmo um pequeno ajuste na temperatura do termostato.

Na verdade, aumentar a configuração do termostato de verão em um grau pode economizar cerca de 3% nos custos de resfriamento.

Mesmo se sua equipe ficar variando o horário, reprogramar o termostato para controlar a temperatura do local de trabalho durante o horário “off” pode fazer uma grande diferença nas contas de eletricidade.

3. Compre equipamentos com eficiência energética

Antes de substituir seu equipamento atual por eletrônicos novos ou alugados, verifique se eles são classificados como eficientes em termos de energia.

Normalmente, você verá uma etiqueta no aparelho para certificar que ele é eficiente em termos de energia, portanto, certifique-se de verificar isso antes de fazer a troca.

A economia de energia exata pode variar dependendo do equipamento em questão, mas os aparelhos com eficiência energética usam de 10 a 50 por cento menos eletricidade do que seus equivalentes não classificados.

Assim, quanto mais aparelhos você substituir por equipamentos com eficiência energética, mais você economizará nos custos de eletricidade comercial em longo prazo.

4. Use iluminação com eficiência energética

Uma das maiores despesas com eletricidade para as empresas é a iluminação. Mas também é uma das áreas mais fáceis de economizar dinheiro.

Ao simplesmente trocar as lâmpadas normais por lâmpadas com eficiência energética, como LED ou CCFL, você economizará uma quantia significativa em custos de eletricidade.

Os LEDs usam cerca de um décimo da potência e duram cerca de 50 vezes mais do que as lâmpadas normais.

Obviamente, a iluminação comercial nem sempre é tão fácil de mudar quanto à iluminação doméstica. É por isso que vale a pena entrar em contato com a distribuidora para garantir que sua atualização de iluminação comercial seja tão profissional quanto eficiente.

5. Reduza os tempos de pico de demanda

Quer saber como reduzir o uso de eletricidade em seu escritório? Uma das melhores maneiras é reduzir a demanda de pico do seu local de trabalho.

A demanda de pico refere-se às horas diárias em que o uso de energia é mais alto, que na maioria dos casos é entre 9h e 17h. Sua empresa pode reduzir a demanda durante esse período, escalonando as horas de trabalho ou de início.

Desta forma, haverá algumas horas no início e no final do expediente em que o consumo de eletricidade comercial é menor.

Outras maneiras de reduzir a demanda de pico são operar equipamentos pesados ​​durante a noite e de manhã cedo, bem como tomar medidas para conservar energia durante as horas centrais do dia de trabalho.

6. Desligue as luzes e equipamentos

Embora estejamos falando sobre economia de energia, desligar as luzes e os equipamentos quando não estão em uso pode ter um grande efeito na quantidade de energia consumida pelo seu local de trabalho.

É comum em ambientes de escritório deixar as luzes acesas em banheiros, salas de conferência e salas de descanso, mesmo quando esses espaços estão desocupados. 

Incentive os trabalhadores a desligar as luzes nessas áreas quando saírem ou instalarem luzes de sensores. O mesmo vale para computadores e outros equipamentos de escritório. 

Qualquer aparelho eletrônico que você possa desligar sempre que sua equipe não estiver trabalhando deve ser desligado no final do dia. Crie o hábito de seus funcionários desligarem seus dispositivos antes de saírem.

Você também deve desligar aparelhos como cafeteiras, torradeiras e outros equipamentos que não sejam de escritório.

Para facilitar as coisas, use réguas de energia compartilhadas sempre que possível. Desta forma, você poderá desligar o equipamento de toda cozinha com um botão, enquanto o toque de um botão no escritório irá desligar todas as impressoras, aparelhos de fax e outros dispositivos.

7. Aproveite a Natureza

Antes de recorrer a luzes artificiais, sistemas de refrigeração e aquecimento, pense em como usar a natureza a seu favor.

Por exemplo, se o seu espaço de escritório tem muita luz natural, use-a! Frequentemente, os primeiros funcionários no escritório acendem as luzes automaticamente, mas assim que o sol nasce, a luz solar natural pode ser mais do que suficiente para iluminar o escritório pelo menos algumas horas do dia.

Você também deve encorajar os funcionários a abrir as janelas para resfriamento antes de recorrer ao ar condicionado. Na primavera e no outono, a brisa vinda de uma janela aberta costuma ser suficiente para resfriar o ambiente.

E, dependendo de onde você está localizado, uma janela aberta pode ser suficiente para resfriar seu escritório no verão durante as primeiras horas da manhã e à noite.

No inverno, deixar as cortinas fechadas ajudará a aquecer seu escritório, além de fornecer alguma luz natural. No entanto, no verão, você deve fechar as cortinas para evitar o calor do sol, para que o sistema de ar-condicionado resfrie melhor o ambiente.

8. Estabeleça um Programa de Manutenção

O sistema de aquecimento, ventilação e ar condicionado em seu local de trabalho é um dos maiores consumidores de eletricidade.

As temperaturas extremas em qualquer uma das extremidades da escala significam que seu sistema de trabalho pesado precisará de ainda mais energia. Porém, a manutenção regular ajudará a garantir que o sistema funcione de maneira mais suave.

No dia a dia, deixe as aberturas de ventilação abertas para maximizar o fluxo de ar. Algumas pessoas acreditam que fechar as aberturas economiza dinheiro, mas isso é um mito, então as deixe abertas o tempo todo.

Uma vez por mês, certifique-se de limpar ou trocar os filtros de ar. Filtros mais limpos garantem uma melhor entrada de ar, o que significa um sistema de refrigeração mais eficiente. Você também deve limpar todas as geladeiras, condensadores, evaporadores e superfícies de troca de calor regularmente.

Certifique-se de verificar as bobinas, dutos de ar, tubulação e outros acessórios e conserte ou substitua qualquer equipamento defeituoso ou danificado dentro do sistema.

9. Faça uso de ventiladores

Embora os ventiladores não sejam adequados para substituir o ar condicionado em muitas regiões do país, você pode usá-los para trabalhar junto com a unidade de resfriamento principal.

Instalar ventiladores de teto e acioná-los no sentido anti-horário ajudará a circular o ar frio do ar condicionado. Dessa forma, seu escritório se manterá fresco, sem a necessidade de desligar o AC quando a temperatura subir.

Além disso, se houver momentos em que apenas um ou dois funcionários estão no escritório, usar ventiladores pode ser mais econômico do que ligar todo o sistema de Ar Condicionado.

E, como os ventiladores refrigeram a pessoa em vez do ambiente, disponibilizar alguns ventiladores pessoais pode ser uma solução adequada para quando os trabalhadores têm preferências de temperatura diferentes.

É importante que faça uma boa revisão das instalações elétricas de forma regular para evitar que existam consumos superiores ao normal.

Manter em bom estado os eletrodomésticos  é igualmente importante, pois evita que a conta aumente e também conseguirá manter por muito mais tempo os seus aparelhos evitando reparações.

E por falar em reparação se está em Portugal, caso seja necessário saiba que pode contatar com uma empresa de reparação de ar condicionado em lisboa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do El Blog Energia, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *