Alguns processos existentes na obra

Uma obra possui muitas etapas que vão desde o levantamento planialtimétrico até o desenvolvimento de fundações e outros pontos. Todos eles são importantes para que o projeto estruturado ganhe forma e definição, com qualidade e bastante segurança.

Para isto alguns pontos precisam ser melhor compreendidos no processo de construção civil. Um desses pontos é quanto ao projeto de arquitetura e os que o complementam, os tipos de sistemas construtivos existentes e quanto as fundações presentes no projeto.

Esses aspectos são fundamentais para entender o canteiro de obras e suas muitas dimensões e complexidades. Neste artigo tentaremos entender alguns desses pontos aqui levantados.

O projeto arquitetônico

Uma obra não existe sem planejamento. É o planejamento adequado e bem feito que permitirá que uma construção tenha um certo grau de sucesso e que, principalmente, cumpra os prazos.

O ponto inicial é o chamado projeto arquitetônico. É aqui que se desenvolvem todas as atividades do projeto que incluem:

  • As atividades que serão feitas;
  • O planejamento;
  • Orçamento;
  • Construção.

Quem realiza esse projeto que define as etapas, as formas, e consequentemente os tipos de ferramentas elétricas profissionais é um profissional arquiteto ou um engenheiro civil.

O primeiro ponto é escolher o profissional, assim, é preciso pesquisar o portfólio desses profissionais e os que mais se encaixam no seu estilo.

Logo após isso é feito uma entrevista para começar a desenvolver um esboço, envolvendo o que o cliente quer e o que é possível fazer. Feito isso, o projeto começa a ser desenvolvido e passa por diversas revisões.

O projeto final, portanto, contará com vários elementos como uma planta baixa, uma planta humanizada, uma ortofoto civil 3D, além de definição de ambientes internos. Aprovado, é hora de legalizar o projeto a prefeitura e portanto ir para a construção em si.

Dentro do projeto arquitetônico são definidos os sistemas construtivos. Abaixo falaremos sobre o que são esses sistemas e alguns tipos que podem ser usados.

Os sistemas construtivos

Para que todos os prédios e casas sejam levantadas existem os sistemas construtivos.

No Brasil o tipo de sistema mais usado é a alvenaria convencional, porém, por conta do desenvolvimento das tecnologias nas construções aparecem sistemas que envolvem estrutura metálica e também sistemas que integram estrutura e vedação em uma estrutura só.

Abaixo falaremos sobre dois tipos de sistemas construtivos que representam essa nova tecnologia, a alvenaria estrutural e o steel frame.

1. Alvenaria estrutural

A alvenaria estrutural é uma das alternativas a alvenaria convencional que tem um sistema de estruturação com pilar-viga-laje e vedação com blocos cerâmicos. Já a alvenaria estrutural tanto a estruturação como a vedação são únicas.

Esse tipo de sistema exige uma mão de obra qualificada e exige que o projeto já tenha sido compatibilizado com os complementares como o elétrico e o hidrossanitário.

Para que esse sistema fique adequado é preciso que haja o nivelamento dos prumos e assim por diante.

2. Steel frame

Já o steel frame é um sistema construtivo que utiliza perfis de aço galvanizado e sua vedação é feita com placas cimentícias, de madeira ou drywall.

A grande diferença desse tipo de estrutura é que o canteiro fica muito limpo, pois os resíduos são mínimos e não há necessidade de uso de água.

Abaixo trataremos sobre a importância das fundações nas obras.

As estruturas nas construções

Assim como o gradil de ferro perfilado tipo parque ajuda no cercamento dos perímetros, as estruturas nas construções garante que a obra fique de pé.

Tanto que as estruturas são conhecidas como alicerces e são os que recebem as cargas da edificação e passa essa carga para o solo com grande segurança.

Se uma estrutura não for bem planejada pode ocorrer acidentes como queda de prédios de forma inesperada causando tragédias, e se não houver acidentes, terá a necessidade de esvaziar a edificação e demolir a estrutura.

Elementos como trincas em tetos e paredes podem ser atrelados a problemas na estrutura. Para que uma estrutura seja bem feita é importante que se contrate profissionais que saibam colocar em execução o que foi posto no projeto.

Existem variados tipos de estruturas como as rasas, as com sapatas, as fundações profundas e a de estaca-cravada. Para saber melhor, consulte seu profissional de arquitetura ou engenharia.

Com isso, entendemos que uma obra tem que ter planejamento e adequação para que funcione de forma plena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *