4 maneiras de revestimento para residências

No momento de construção ou decoração de casas e apartamentos, o revestimento é uma das principais preocupações. Isso porque ele acaba aparecendo muito e pode causar impressões incríveis. Mais ainda, muitos deles conferem ainda mais resistência às paredes e pisos.

Por isso, existem diversos tipos de revestimento que podem combinar com o perfil da decoração e do ambiente. Hoje vamos falar sobre alguns.

É importante que essa etapa seja definida já no planejamento da reforma ou construção. Assim, o profissional que acompanhará os trabalhos poderá dar dicas de valores e prazos para a realização do serviço, sem que nada apareça de surpresa.

1. Paredes texturizadas trazem modernidade

Um dos revestimentos mais comuns que encontramos por aí (e fáceis de serem reproduzidos) são as massas texturizadas.

grafiato de argamassa, por exemplo, é uma delas. Inclusive, elas podem ser feitas da maneira que mais agrade os donos do local e de diversas cores.

Essa é uma opção muito resistente e durável, além de não sofrer com infiltrações. Por conta disso, é muito comum aplicar a argamassa texturizada em áreas externas e áreas de serviço.

Esse tipo de revestimento permite desenhos e, consequentemente, torna o local personalizado e único.

Assim, é uma ótima opção para quem deseja fazer uma mudança no espaço e é fácil de ser aplicado.

2. Revestimento de madeira ou materiais que imitam madeira

Para quem gosta do estilo mais rústico, apostar nos revestimentos de madeira ou de materiais que imitam madeira é o ideal.

De um modo geral, eles trazem uma sensação mais aconchegante e clássica para o ambiente. Uma das opções é aplicar o forro de PVC imitando madeira, sendo mais barato e simples de instalar.

Outra vantagem desse tipo de revestimento é a facilidade de cuidados. Tanto a limpeza quanto a manutenção são simples e baratas.

Além disso, a madeira também é uma matéria-prima simples de combinar com outros estilos, formas e cores.

Com um revestimos como ela, móveis e outros objetos de decoração acabam sendo bem vindos, independentemente de seus formatos.

Nesse contexto, inclusive, é possível utilizar a madeira ou outros materiais com essa aparência em locais como quartos, salas e divisoria de ambiente, deixando o espaço mais luxuoso e sofisticado.

3. Ladrilhos nas cozinhas são tendência

Um dos materiais mais antigos quando o assunto é revestimento de cozinha são os ladrilhos. Muito utilizados nos anos 1930, os ladrilhos hidráulicos viraram tendência novamente, principalmente aqueles com desenhos coloridos.

Isso ocorre porque ele traz todo o charme e elegância que cozinhas planejadas pedem.

Além disso, conseguem combinar o moderno com o antigo, deixando o local ainda mais atraente.

Aliás, não é nem necessário aplicar em toda a cozinha. Uma dica que pode deixar o local ainda mais elegante é instalar as peças em volta de janelas e bancadas.

Apesar disso, os ladrilhos não são a única opção quando o assunto é a cozinha. Alguns outros tipos de revestimento muito utilizados nesse ambiente são:

  • Azulejos coloridos ou simples;
  • Papel de parede;
  • Pastilhas coloridas;
  • Vinil (podem ser nas paredes ou pisos);
  • Cerâmica;.

4. O forro de gesso combina beleza e utilidade

Uma das opções mais escolhidas quando o assunto é revestimento é o gesso. Além de serem uma opção barata e fácil de aplicar, o forro de gesso também possibilita criatividade.

A iluminação é uma das questões que acaba se beneficiando com o uso desse material. Isso porque, dependendo de como a iluminação forro de gesso é aplicada, a parede é utilizada como refletor, deixando o ambiente ainda mais bonito.

O gesso também oferece elegância para o espaço. Isso porque é possível criar formatos diferentes com ele, como a sanca de gesso no teto.

Inclusive, o gesso em pó é utilizado em quase todas as construções para o revestimento interno, por ser um material rápido de aplicar.

Outros tipos de revestimento

Além dos revestimentos que citamos, há ainda diversos outros tipos no mercado, que podem combinar com o gosto ou perfil de quem está construindo ou reformando uma casa ou um apartamento. Alguns deles são:

  • Porcelanato;
  • Pastilhas (em banheiros e cozinhas);
  • Papel de parede;
  • Pedras e tijolos;
  • Paredes 3D;
  • Mármore (em banheiros);
  • Cimento queimado.

Independente da escolha feita para o revestimento, o ideal é a contratação de um profissional para o planejamento, acompanhamento e conclusão da construção ou reforma.

Só assim o local será feito corretamente. Além disso, danos futuros são evitados e o custo-benefício acaba sendo muito maior.