3 produtos que trazem maior conforto para sua casa

Investir no conforto da casa é uma forma de tornar o lugar ainda mais aconchegante e personalizado. Mas não é apenas por meio da decoração que isso pode ser feito.

Adquirir e implementar alguns equipamentos pode ser o que faltava para o ambiente associar segurança ao bem-estar e garantir o que as pessoas que lá moram precisam.

Energia solar

Muito usados ao redor do mundo, o petróleo e o carvão são fontes de energia extremamente poluentes. Isso porque a queima libera para a atmosfera o gás carbônico (CO2), principal gás do efeito estufa, além de fazer mal à saúde.

Por isso, para quem deseja acrescentar na casa uma alternativa que alia eficiência energética a baixos impactos ao planeta, a energia solar é uma boa opção.

Para explicar um pouco melhor, a energia solar é a energia eletromagnética cuja fonte é o sol. Por isso, é considerada uma fonte sustentável e limpa, que não gera resíduos para além dos componentes do kit, trazendo inúmeras vantagens ambientais.

Para a produção de energia elétrica por meio da energia solar, podem ser utilizados dois sistemas: o primeiro é o heliotérmico, no qual a radiação é convertida em energia térmica para apenas depois virar energia elétrica.

Já no caso do fotovoltaico, a radiação solar é diretamente convertida em energia elétrica. São inúmeros os benefícios de se optar por essa energia em residência, como:

 

  • Valorização da casa;

  • Diminuição da conta de luz;

  • Sustentabilidade;

  • Instalação rápida;

  • Entre outros.

É importante destacar que o sistema heliotérmico costuma ser mais usado em usinas. Por isso, o fotovoltaico é mais comum. Nesse último, existem vários modelos de painéis solares que apresentam maior ou menor eficiência energética.

No geral, os principais componentes de um sistema de energia fotovoltaica são: os painéis, a estrutura de suporte, os controladores de carga, inversos e baterias.

É fundamental esclarecer que a Placa de energia solar é um sistema de microgeração de energia compostos por células fotovoltaicas. Assim, um conjunto de painéis forma um módulo solar.

Aquecedores

Optar por investir em um aquecedor também é uma forma de levar ainda mais conforto à casa, garantindo acesso a água aquecida em diversos lugares da residência.

Para que isso seja possível, porém, é fundamental escolher o tipo que melhor se adéqua às necessidades do lugar. O Aquecedor a gás, por exemplo, é comum em lugares como Estados Unidos e países da Europa e vem se tornando cada vez mais popular no Brasil.

Dentre os benefícios desse sistema, por exemplo, é possível ressaltar a facilidade de ter água quente em diversos pontos da casa, desde torneiras, banheiras e mais de um chuveiro.

Isso porque o aquecedor consegue atender a essa demanda sem que ninguém precise esperar outra pessoa terminar o banho para ligar a água em outro lugar.

Para isso, porém, é fundamental que se busque ajuda especializada na hora da compra para conseguir adquirir o modelo que melhor atenda às necessidades da casa.

Enquanto isso, o aquecedor elétrico mais comum nas residências dos brasileiros é aquele que já vem embutido no chuveiro. Ainda assim, existem outros inúmeros modelos que permitem o aquecimento da água de outros cômodos, além dos banheiros.

Os aquecedores de água, são ótimas soluções para quem tem em mãos outras opções para ajustar a temperatura da água. Eles devem ser instalados a pouca distância da área na qual a água será utilizada, seja em pias como em bidês.

De fácil colocação, eles não demandam nenhuma instalação hidráulica que precise de obras drásticas.

Detector de incêndio

Garantir a segurança da casa também é uma forma de investir no conforto do ambiente. Para garantir a prevenção de incêndios, o detector é um importante aliado.

Geralmente, utilizado em aplicações especiais, a detecção linear pode oferecer uma solução que oferece o melhor custo efetivo por ponto de detecção em áreas de grandes dimensões.

Detectando fumaça quando surge a presença de partículas e/ou gases, independente de serem ou não visíveis, e de produtos de combustão ou a variação anormal de temperatura afastado da linha imaginária de detecção.

Ou seja, o Detector linear é um dispositivo baseado no princípio de transmissão da luz, constituído por uma fonte separada da luz que é projetada por meio da região a ser zelada, incidindo sobre uma célula ou elemento fotossensível.

A aquisição desses três aparelhos pode ajudar a proteger e a oferecer um conforto maior à residência, garantindo também maior segurança e valorização do lugar.