Tipos de tubos que são utilizados por construtoras

Os tubos são formados por um núcleo drenante e acoplado em uma ou mais faces juntamente a um geotêxtil não tecido e um filme impermeabilizante de polietileno.

Que pode ser definido sendo um produto formado por meio da combinação de um núcleo drenante juntamente a um geotêxtil filtrante, podendo este ser industrializado ou manufaturado em um canteiro de obras.

geocomposto drenante tem seu uso voltado a um sistema em substituição aos materiais convencionais, que variam entre pedra britada, argila, seixo rolado, cascalho e outros, que permitem uma redução significativa na espessura do sistema drenante.

No meio da engenharia tem como principal intuito a drenagem de gases e líquidos retenção das partículas presentes ao solo e resíduos bem como a proteção mecânica.

Podendo ainda ser utilizado em diversas construções, como na drenagem vertical de muros e encontros de pontes, drenagens de jardins suspensos, proteção em base rochosa, drenagem em taludes de solos e rochosos entre outros.

A utilização do aço galvanizado nas construções

O aço galvanizado concretiza-se sendo um resultado de um material que passou pelo procedimento de galvanização que consiste na ação de submeter o aço em uma fina camada de zinco, a fim de potencializar sua característica anticorrosiva.

O produto contém um nível elevado de eficiência devido a sua fabricação que segue rígidos padrões de segurança que são regulamentados por meio de órgãos fiscalizadores.

O material é comumente utilizado em diferentes áreas e possuem múltiplas aplicações, contando ainda com uma ótima relação custo X benefício e grande versatilidade.

O modelo pode ser encontrado em tamanhos variados.

De acordo com a norma NBR 5580, o tubo de aço galvanizado que passa por um processo quente de total galvanização tem seu uso visado à condução de gases e fluidos de forma geral.

No entanto, o aço galvanizado a frio é mais indicado para uso em estruturas metálicas, já que sua fabricação é feita por meio de um choque eletrostático onde o zinco se fixa em sua face externa.

Atualmente no mercado do segmento pode-se encontrar diferentes tamanhos e espessuras dos tubos galvanizados facilmente, além de certas particularidades quanto ao processo de galvanização pelo qual este é submetido.

Sua versão que passa por procedimentos quentes é mais indicada para atuações de modo condutor de certos fluidos, sendo eles óleo, água e ar condicionado, além de gases no geral.

Esse acabamento consiste ainda em um procedimento de total galvanização do material por meio da imersão, como dito anteriormente.

Também conhecidos como conduíte, o eletroduto constitui-se por um duto elétrico que tem o intuito de proteger cabos e condutores, atuando na camada subterrânea e protegendo instalações elétrica de modo eficaz quando levado em conta que o local onde este se encontra requer uma proteção superior.

O material ainda tende a proteger os condutores elétricos de certos agentes externos que podem variar entre químicos e choques mecânicos, disponível em versões metálicas, isolantes e magnéticas ou não magnéticas, conforme a Comissão Elétrica Internacional (IEC).

Dentre os modelos de eletroduto disponível nos dias de hoje, pode-se encontrar com facilidade os modelos rígidos, elásticos, flexíveis e curváveis.

Por que a impermeabilização é importante?

Durante um processo de construção de qualquer que seja o empreendimento, sendo industrial ou residencial, são inúmeras as etapas que devem  ser planejadas com extremo cuidado, a fim de que a execução da mesma seja segura e eficiente.

No que se diz a respeito dos projetos, a impermeabilização visa uma proteção contra diversas ações que podem ser causadas por fatores externos, o que torna este um processo que sempre deve ser considerado desde o planejamento da obra.

A impermeabilização pode ser classificada em dois tipos que podem (ou não) levar em conta a possibilidade de suas partes construtivas resultarem em algum meio de fissuração, sendo elas a impermeabilização flexível e a impermeabilização rígida.

Ambos os procedimentos são essenciais para a proteção e eficiência de um sistema construtivo contra as ações da água e os efeitos que podem ser causados por meio dela.

De acordo com a superfície ou o elemento que deve ser protegido, utiliza-se tipos de sistemas distintos, podendo ser estes:

  • Argamassa polimérica
  • Calefator
  • Emulsão asfáltica ou acrílica
  • Hidrorrepelente
  • Manta asfáltica
  • Hidrofulgante

Ainda tratando-se de técnicas utilizadas no meio de construção civil, a contenção é um termo usado a fim de designar obras que são construídas com o intuito de prover estabilidade contra rupturas de maciços de modo a evitar escorregamentos que podem ser causados por conta de seu  próprio peso ou devido a carregamentos externos.

A contenção consiste em um elemento de suma importância nos projetos de engenharia e com uma imensa gama de variações de obras, variando de rodovias e ferrovias até garagens de edificações e pontes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *