Tipos de portas e portões para o ramo da construção

Entre todos os itens existentes para dar conta dessa tarefa, há dois que, apesar de serem básicos, são muito potentes para barrar bandidos: portas e portões.

O Brasil tem passado por um péssimo momento no quesito segurança pública.

Por conta disso, as pessoas têm investido cada vez mais em medidas de segurança tanto para as suas residências quanto para negócios. A ideia é criar barreiras que dificultem uma eventual invasão, de modo que os criminosos busquem outro alvo.

Além de embelezarem o ambiente onde são instalados, eles servem como impedimentos físicos, tornando a invasão do local mais complexa, e, assim, reduzindo a janela de oportunidades para que elas ocorram.

Quer aprender mais a respeito desses itens? Então continue lendo e confira alguns dos modelos disponíveis no mercado, e que podem ser usados para tornar o seu imóvel mais seguro:

Porta de madeira

A porta de madeira é um dos itens mais clássicos no ramo de reforma e construção. O motivo por trás disso são as vantagens proporcionadas pelo material, tais como:

  • Beleza;

  • Durabilidade;

  • Isolamento térmico;

  • Isolamento acústico.

Assim, seja o item feito de madeira de lei ou de algum compensado, ela sempre trará vantagens ao ambiente. Versátil, ela pode ser pintada ou receber algum acabamento para que fique de acordo com o ambiente onde será instalada.

Vale ressaltar que isso faz com que o seu valor possa variar: uma porta de madeira pivotante preço, por exemplo, pode ser distinto do que o valor de um modelo de correr.

Porta de aço

Porém, por mais vantajosa que a madeira seja, ela nem sempre é a adequada para determinado contexto. Por exemplo: é preciso considerar que ela é um material que não resiste bem à presença de umidade, elemento que acelera a sua degradação.

Portanto, ambientes que têm essa característica devem contar com uma porta feita de uma matéria-prima alternativa.

A boa notícia é que, nessas situações, opções não faltam: é possível, por exemplo, contar com uma porta de aço.

Como ela é feita de metal, ela é resistente a diversos fatores, incluindo a umidade, e também pode ser encontrada em diversas cores e modelos.

No caso de estabelecimentos comerciais, o tipo mais usado é a porta de aço de enrolar, já que ela protege a fachada enquanto o negócio estiver fechado mas a mantém visível durante os horários de funcionamento.

Portão manual

Não são apenas os locais de entradas e saídas de pessoas que devem ser protegidos para evitar atividades criminosas: também é fundamental que os locais de trânsito de veículos tenham as devidas medidas de segurança.

Felizmente, isso é simples: a instalação de um portão de ferro ou mesmo de madeira já costumam dar conta da tarefa.

Porém,é preciso ter em mente que esses itens não são todos iguais. A principal diferença entre eles está no fato de ser automático ou manual – sendo que, neste último caso, é preciso que uma pessoa tranque, destranque, abra e feche o portão.

Como há um sério comprometimento não só da comodidade, como também da segurança (o processo de abertura e de fechamento manuais pode ser demorado), boa parte das pessoas prefere investir em um modelo automático. Aprenda mais a respeito dele a seguir.

Portão automático

Como o seu próprio nome dá a entender, tanto um portão automático de correr quanto um modelo pivotante dispensam a intervenção humana direta para abrir e para fechar.

Esses processos acontecem de uma forma muito mais simples, mediante o acionamento de um comando por controle remoto e, em alguns casos, pelas informações fornecidas por um sensor, que podem detectar quando o veículo já passou, procedendo, assim, ao fechamento.

Apesar disso, é preciso ter em mente que nem todos os portões automáticos são iguais. Além de fatores estéticos, como o design, também é importante considerar que, conforme a potência do motor de portão usado, ele pode se abrir ou se fechar mais rápido ou mais lentamente.

Portanto, é sempre importante preferir aqueles mais potentes, pois eles ajudam a reduzir a janela de oportunidade para criminosos.

Por último, mas não menos importante, também é preciso levar em consideração que o portão é uma máquina como outra qualquer, e, assim, deve passar por manutenções periódicas.

É importante que elas sejam feitas conforme um cronograma, mesmo que o aparato não dê sinal de defeito: assim, é possível corrigir problemas antes mesmo que eles se tornem aparentes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *