Tipos de pisos encontrados no mercado

Tem sido cada vez mais comum o uso de pisos monolíticos, que possuam aparência homogênea, sem rejuntes. O nome dado aos pisos monolíticos feitos por meio de resina é porcelanato liquido, por conta de seu aspecto brilhante que é semelhante ao porcelanato.

Além de possuir um visual liso, esse modelo de material ainda apresenta como principal benefício a possibilidade de cobrir os pisos existentes, seja de pedra ou cerâmica e a facilidade em sua limpeza.

Pisos e revestimentos epóxi

Existem ainda dois tipos de resinas capazes de cobrirem o piso de forma homogênea: a resina de poliuretano e a resina epóxi, sendo esses dois materiais confundidos em muitos casos. Essa confusão chega ainda mais longe ao ser associado ao termo “porcelanato líquido”.

A resina epóxi está cada vez mais em alta e muitas das pessoas que optam por esse acabamento tem o intuito de compor espaços internos e utilizá-lo também para decorar suas residências.

Juntamente com essa grande popularização da resina epóxi, surgem também diversas dúvidas, sendo que a principal diz respeito quanto a diferença entre a tinta epóxi e o revestimento epoxi.

É muito importante que se saiba distinguir os dois produtos e as técnicas utilizadas afim de evitar o inconveniente de contratar um serviço esperando os resultados do outro.

O revestimento epóxi é resultante da mistura de um plástico termofixo que, ao contato com um agente catalizador ou endurecedor, se auto nivela e enrijece sobre o piso. A aplicação desse revestimento resulta em:

  • Uma superfície totalmente nivelada;
  • Brilhante;
  • Lisa;
  • Impermeável;
  • De fácil manutenção e limpeza;
  • Altamente resistente.

A aplicação do piso epóxi preço acessível pode ser feita sobre outros revestimentos e é restrita somente aos pisos, não podendo ser utilizada nas paredes. Este é um material que pode ser usado em diversos ambientes internos, inclusive em áreas molhadas como o banheiro.

A restauração desse piso é realizada em etapas, onde uma delas consiste na raspagem de taco. Quando realizada da maneira adequada, os procedimentos seguintes tornam-se muito mais eficazes, além de apresentarem ainda mais qualidade.

Ao optar pela restauração de um piso de tacos, este acaba sendo um bom investimento uma vez que promete devolver um bom tempo de vida útil, assim como a aparência de novo e bem cuidado.

Raspagem de piso de madeira e assoalho

raspagem de tacos e assoalhos é sempre a primeira etapa a se ter um valor calculado quando se opta pela realização de restaurar pisos de madeira.

Deve-se pensar na restauração como um meio mais em conta de substituir o piso existente por algum outro revestimento, principalmente no caso de um piso de tacos.

Todo o processo de remoção do revestimento atual afim da colocação de um novo pode vir a ser muito mais custoso do que o processo da restauração em si.

A raspagem representa uma opção ecológica uma vez que os tacos fazem uso de uma boa parte de material reflorestado em sua produção.

A madeira nobre está presente em seu revestimento e, caso haja danos, é possível fazer a substituição apenas da peça que está danificada.

O processo de raspagem do assoalho de madeira é realizado por meio de etapas, e a primeira delas é o lixamento do assoalho. Indica-se a contratação de profissionais da área para que não ocorra quaisquer imprevistos que possam comprometer o assoalho.

Os profissionais então trabalharão afim de desengrossar o piso por meio da raspagem da madeira. Em seguida, é removida a poeira da superfície de modo a não causar danos para a calefação que tem como objetivo não deixar fissuras ou criar espaços entre uma madeira e outra.

A seguir, a limpeza do assoalho deve ser feita com muito cuidado para que não hajam resíduos que possam vir a prejudicar a qualidade do assoalho onde será aplicada a substância seladora.

O próximo passo é a aplicação do verniz, que consiste em uma demão ou duas, caso apenas uma não seja o suficiente. Para bons resultados, indica-se seguir a direção dos veios da madeira, afim de não criar marcas.

Características do piso laminado

O piso laminado é um modelo de piso constituído por lâminas de madeira em diferentes comprimentos e larguras, compostas de aglomerados MDF.

Sua camada superior exibe uma estampa decorativa artificial e é protegida por uma resina de melamina. É importante que se saiba que quanto mais denso o substrato for, mais resistente o produto final será.

Uma outra característica desse modelo de piso é que ele é bastante funcional como isolante térmico e acústico, além de ser feito por meio de madeira reflorestada e possui grande durabilidade e resistência a riscos, além de fácil limpeza e manutenção. Uma outra vantagem é que é possível utilizar uma cera específica para torná-lo um piso antiderrapante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *