Qual o tipo de piso ideal para residências?

O piso da casa é uma das partes mais importantes da decoração. Serve como uma espécie de fundo para todos os móveis e itens decorativos, juntamente com as paredes.

Por isso, é necessário escolher um piso com cuidado, considerando o seu impacto na estética da casa de forma geral. Neste artigo, você vai aprender mais sobre os pisos feitos de madeira.

As muitas faces da madeira

Falar em pisos de madeira é algo vago, pois existe uma série de pisos de madeira diferentes. Essa é, inclusive, uma das vantagens desse material, sua versatilidade. É possível encontrar os seguintes tipos de piso de madeira:

  • Piso laminado;
  • Piso de parquet de madeira;
  • Piso de tacos;
  • Assoalho de madeira;
  • Piso de madeira de demolição;
  • Carpete de madeira.

O piso laminado é a opção mais popular, acessível por ser composto por aglomerados de madeira chamados de HDF. Muitas pessoas ficam hesitantes em usar o piso laminado por acharem que sua qualidade é baixa, confundindo o HDF com o MDF – a verdade é que o HDF é muito mais resistente, denso e durável.

Piso laminado instalado facilmente, pode ser colado ao piso anterior. Como o nome indica, é um piso que vem em lâminas de madeira e elas apresentam uma estampa artificial de madeira na sua camada superior.

Algumas opções menos acessíveis, que trabalham com a madeira pura e natural, e não com aglomerados, são os parquets, tacos e o assoalho de madeira. São considerados pisos nobres e capazes de valorizar um imóvel.

Os parquets e os tacos são feitos por encaixe e possuem uma instalação mais complexa, colados entre si com uma espaçamento mínimo. Já o assoalho é ainda mais caro e desejado, sendo a madeira natural e pura, sem sofrer mudanças na sua estrutura.

O assoalho é o mais durável dos pisos citados, porque é mais denso. Ele se encaixa perfeitamente em decorações rústicas, por não ter aparência artificial de madeira, mas um visual natural.

O piso de madeira de demolição se torna cada vez mais popular, porque é ecológico. Como o nome indica, é um piso que reutiliza a madeira que formava construções.

Existem diferentes tipos de madeira de demolição, tudo depende do tipo de madeira que formava a construção antes que fosse demolida. Sua aparência é mais moderna e o preço mais acessível.

O carpete de madeira se assemelha ao laminado, mas sua qualidade é inferior e seu preço menor. É um piso com espessura muito baixa e pode ser formado por MDF ou por um prensado de madeira.

Em todos os casos, o rodapé de madeira é um detalhe importante que deve ser considerado. É o acabamento perfeito para esse tipo de piso e deve aparecer com a mesma estampa de madeira ou feito do mesmo tipo de madeira.

Revitalização da madeira

Um dos assuntos mais importantes quando se fala de pisos de madeira é a revitalização. Esse conceito é válido para os pisos mais nobres, como o assoalho de madeira, os parquets e os tacos.

Embora a madeira se destaque por sua durabilidade, ela também sofre com a ação do tempo. A Recuperação de piso de madeira precisa ser feita quando a madeira está esbranquiçada, quando há manchas e arranhões, pequenos buracos, quando surgem problemas de nivelação, os possíveis problemas variam.

Quanto mais descuidadas forem a limpeza e manutenção de forma geral do piso, maiores são as chances de um desses problemas acontecer.

O primeiro passo para revitalizar o piso é a raspagem. A Raspagem de tacos preço se baseia em retirar a camada superior daquele piso, geralmente utilizando uma lixadeira de disco.

Esse serviço precisa manter o piso nivelado, retirando sempre a mesma porcentagem de madeira e, por isso, é melhor que seja feito por um profissional.

Depois de retirar essa camada de madeira (retirando, com ela, todos os defeitos) é preciso polir o piso. Por último, são aplicadas camas de verniz ou resina, de acordo com a vontade do proprietário.

Em conclusão, a madeira é um material perfeito para compor o piso de uma casa. Ela proporciona conforto termoacústico, tem uma durabilidade excelente e se encaixa em praticamente qualquer tipo de decoração.

Embora o assoalho, os parquets e os tacos sejam pisos com valor mais elevado, eles têm uma vida útil muito longa, pois podem ser revitalizados. Depois do processo de recuperação, o piso fica como novo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *