Como é feito a personalização em chapas?

As chapas de aço estão, atualmente, entre os materiais de suporte mais resistentes, fáceis de trabalhar, por serem versáteis, e de custo-benefício mais acessível na hora de se fazer a fachada de uma loja, bloquear a visão em um portão ou qualquer outra aplicação.

Por conta disto, o mercado oferece várias opções de personalização do produto, seja por meio de pintura airless, líquida, eletrostática –  ou utilizando outras peças metálicas em sua composição, mesclando materiais e incluindo iluminação.

Tudo vai depender do local onde a chapa vai ficar abrigada – se será ao sol e chuva, se ficará em ambiente interno – ou do efeito que se busca – proteção ou estética.

Tipos de pintura de chapas

A pintura airless, por exemplo, está entre as formas mais modernas de aplicação de tintas ou similares, não só em chapas de aço, mas em qualquer tipo de superfície, seja ela externa ou interna.  Uma das vantagens desta modalidade é o fato de evitar o desperdício, já que a tinta é pulverizada de forma uniforme em todo o material aplicado.

Outro fato sobre a pintura airless é que ela não utiliza ar para a sua pulverização, mas sim misturadores de tina e aplicadores elétricos, que garantem a eficácia da aplicação.

Na chapa de aço, o efeito deste tipo de aplicação de tinta é ainda mais eficaz, já que vai poupar demãos que podem dar à superfície do aço um aspecto de irregularidade dependendo do campo de visão.

Em suma, tal pintura permite:

  • Facilidade de aplicação;
  • Aspecto visual agradável;
  • Personalização.

A pintura líquida é uma forma semelhante à airless na aplicação de tinta, só que com a utilização de compressores de ar. Por meio de pistolas de alto volume e baixa pressão, a tinta é pulverizada também de forma homogênea.

O tempo de aplicação também pode ser menor do que outros tipos de pintura em aço, por usar uma pistola pintura. Uma outra vantagem, tanto da airless quanto da líquida com pistola ou sistemas semelhantes é que todas possuem um poder de alcance maior, atingindo todas as quinas e buraquinhos que, por meio de uma pintura convencional, talvez ficariam descobertos de tinta na hora da mão de obra.

A pintura líquida também é indicada para evitar o desperdício. Já para quem quer fazer a personalização da chapa de aço em que o acabamento fique mais bonito e resistente à chuva, às altas temperaturas e até mesmo a alguns impactos, a mais indicada é a pintura eletrostatica.

Esta modalidade, inclusive, é utilizada em empresas de reformas e reparos em latarias de veículos ou para acabamentos de grandes construções.

Ela funciona da seguinte forma: utilizando-se de cargas elétricas – geralmente emitidas por dispositivos em formato de pistola –  a tinta, que é em pó, adere de forma imediata às superfícies carregadas eletricamente opostas à dela, ou seja, a tinta é atraída pela superfície e imediatamente é colada. Por isso o nome de pintura “eletrostática”.

Dentro da pintura eletrostática temos três tipos de tintas: a de poliéster, a epóxi e a híbrida, que faz uma mistura entre a de poliéster e a epóxi.  O processo de finalização ocorre, normalmente, em uma estufa, até que o pó ganhe uniformidade na chapa em que foi aplicado. Essas pinturas também servem para alambrado.

Formas de personalizar chapas

Todas estas formas são consideradas formas de personalização limpas no que se refere ao impacto que causam no ambiente. As pulverizadas, por evitar o respingo, por exemplo, são mais indicadas para evitar o desperdício.

Já a eletrostática, por não possuir solventes, é a que menos agride o meio ambiente. No entanto, sua desvantagem é que o tempo, de aplicação e finalização que se leva, é maior do que os demais. Isso serve para chapa expandida preço e outros tipos de chapas.

Em paralelo aos tipos de pintura aplicados, atualmente o mercado de personalização de chapas é ainda mais ousado. Se, há alguns anos, a fachada de uma loja era apenas com a chapa de aço com o letreiro gravado, atualmente a realidade já mudou.

As chapas permanecem sendo o principal material de apoio da identificação das unidades comerciais. No entanto, são acrescidas de painéis de leds, lâmpadas coloridas ou até mesmo letreiros metálicos afixados na própria chapa.

Durante o processo de personalização, a maior indicação é analisar a durabilidade e o impacto visual nos diferentes campos de visão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *